13 de junho de 2024
Campo Grande 23ºC

PIB e VBP para 2015, deve superar anos anteriores em MS

A- A+

37105

Foi apresentado na manhã de hoje, dados da agricultura no  ano de 2014 e a estimativa para 2015. VBP (Valor Bruto da Produção), PIB (Produto Interno Bruto), foram alguns dos dados apresentados na Famasul.

Produtos que fazem parte da cultura da agricultura e pecuária no Estado, tiveram altos e baixos, em comparativos com 2013, e estima-se melhoras para o próximo ano. Para chegar a essa projeção, o Departamento de Economia do Sistema Famasul  analisou os mercados da soja, milho, cana-de-açúcar, florestas, bovinos, aves, suínos e leite

Na produção agrícola, houve o aumento na soja (5,84), milho (2,72) e cana-de-açúcar (12,29%). As florestas plantadas tiveram o aumento de 6,02% em relação ao último ano, passando de 764 mil hectares plantados para 810 mil.

Já os preços caíram para a soja (-3,68%) e milho (-4,91). O único aumento no preço foi da cana-de açúcar, que foi de 2,22%.

A produção da pecuária, teve a queda referente aps bovinos de corte, com 4,66% e aumento na produção de aves (0,11%), suínos (20,62%) e leite (0,67%). A produção de aves e leite se manteve estável em relação a 2013.

Os preços da pecuária foi de aumento em todos os setores produtivos. O boi teve o aumento de 25,36%, a vaca 24,82%, o suíno de 22,48%, as aves de 0,73% e o leite de 3,9%.

O VBP da agricultura e pecuária teve aumento de 2013 para 2014, na agricultura de 5,06% e na pecuária de 18,84% e a estimativa para o próximo ano é o aumento de 8,08% na agricultura e 8,7% na pecuária.

A participação na agricultura e pecuária no VBP em 2014 foi de 61,61% na agricultura e 38,39% na pecuária, e se estima para o próximo ano a estabilidade, com o pequeno aumento na pecuária para 38,52% e uma pequena queda na agricultura para 61,48%.

Em relação ao PIB, que é a soma das riquezas produzidas pelos setores, acrescidas pelos impostos, em 2014, a agricultura ficou em 51,80% e a pecuária 48,20%. Já a estimativa para 2015 é de pequena queda na agricultura, para 51,36% e pequeno aumento na pecuária, para 48,64%.

A estimativa do PIB da agricultura e pecuária, somando todos os setores, é de aumento em 2015 de 6,68% na agricultura e 8,55% na pecuária. Em comparação ao ano passado, 2014 teve o aumento de 5,06% na agricultura e 18,44% na pecuária.

Dos segmentos considerados para o estudo, o destaque é para o pecuário, cujo PIB deve contabilizar R$ 7,3 bilhões, 8,5% acima do patamar previsto para 2014, de R$ 6,7 bilhões.   Especificamente o setor agrícola deve apresentar em 2015 crescimento de 6,7% no PIB, saindo de R$ 7,2, estimativa para 2014, para R$ 7,7 bilhões

Já o Valor Bruto de Produção, que mede da porteira para dentro o desempenho da agropecuária, a renda bruta do setor calculada pelo volume de produção em relação ao preço médio recebido pelo produtor tem a projeção de atingir R$ 21,5 bilhões em 2015, contra R$ 19,9 bilhões previstos para este ano, com alta de 8,4%. Deste total, R$ 13,4 bilhões, ou seja, 61,5% do total, se refere ao setor agrícola.

 O setor pecuário responde por 38,5% do VBP, estimado em R$ 8,3 bilhões em 2015, 18,8% a mais do que a previsão para 2014, quando espera-se que a renda pecuária some R$ 7,6 bilhões.

Tayná Biazus