13 de junho de 2024
Campo Grande 23ºC

Setembro aponta rombo de US$ 7,9 bi de contas externas

A- A+

No mês de setembro, a diferença entre as transações do Brasil com outro países ficou negativa em US$ 7,907 bilhões. De acordo com informações divulgadas pelo Banco Central, a diferença, que inclui tanto produtos quanto serviços, é chamada de conta de transações correntes.

Segundo a Agência Brasil, é o pior resultado para setembro desde 1980, quando o BC começou a reunir os dados com a atual metodologia. O rombo é quase três vezes maior que o registrado em setembro do ano passado (US$ 2,7 bilhões) e superou o déficit previsto pelo próprio BC, que era de US$ 6,7 bilhões.

De janeiro a setembro, o saldo negativo soma US$ 62,730 bilhões, em comparação aos US$ 60,2 bilhões no mesmo período de 2013.

No acumulado em 12 meses encerrados em setembro, o resultado negativo ficou em US$ 83,6 bilhões, equivalente a 3,7% do Produto Interno Bruto (PIB).

Para o ano, a previsão é de conta negativa em US$ 80 bilhões, ou 3,52% do PIB. Em 2013, a conta foi deficitária em US$ 81,2 bilhões, ou 3,66% do PIB, pior resultado desde 2001.

Dany Nascimento