17 de setembro de 2021
Campo Grande 35º 21º

CAOS NA SAÚDE

A 7 dias do Natal, Capital tem 113% de Leitos ocupados; MS chega a 2009 mortes e quase 120 mil casos

O cenário é classificado como "crítico" pela SES

A- A+

Campo Grande, Capital de Mato Grosso do Sul (MS), tem cenário de caos esta instalado na Saúde, visto que 113% dos leitos globais, inclui Unidades de Terapia Intensiva (UTI) estão ocupados. A atualização oficial da Secretaria de Estado de Saúde (SES) desta 6ª-feira (18.dez.2020) mostra que MS registrou 1.076 novos casos. Com isso, o número de confirmados saltou para 119.079.

O número de pacientes que não resistiram a doença subiu para 2.009 com as 16 mortes registradas no boletim epidemiológico de hoje. Entre os falecidos: 9 são de Campo Grande e 2 de Rio Verde. Angélica, Corumbá, Fátima do Sul, Jardim e Paranaíba registram um cada. A média móvel também se elevou para 1,6 óbitos ao dia.

A Covid-19 segue avançando de forma exponencial. O cenário é classificado como “crítico” pela SES e pode ser observado em praticamente todos os indicadores da doença no Estado. 

A média móvel indica que o Estado confirmou 1.106 casos diários na última semana. As três cidades com mais confirmações nesta 6ª-feira são: Campo Grande (+355), Dourados (+92) e Amambai (+62). MS aumentou em 125% os casos de infectados e é o estado com a situação mais crítica no país, neste momento.  

Existem 10.399 casos em aberto, sendo 3.812 amostras em análise no Laboratório Central e laboratórios parceiros, e outros 6.587 casos que aguardam a liberação dos resultados pelos municípios.   

Dos 14.761 casos ativos em Mato Grosso do Sul, 14.113 estão em isolamento domiciliar e 648 em situação de internação hospitalar de leitos clínicos (339) e leitos de UTI (309).

O detalhamento do boletim Covid desta sexta-feira, 18 de dezembro pode ser conferido AQUI.