17 de junho de 2024
Campo Grande 28ºC

Com rama de abóbora no meio da rua, moradores pedem asfalto no Rita Vieira 3

A- A+

A reclamação dos moradores do bairro Rita Vieira 3 é, somente uma, a falta de pavimentação nas ruas do bairro, que fica na região sudeste de Campo Grande.  No cruzamento das ruas Rafael Nahas com Lázara de Souza a situação é considerada crítica por quem mora ali. Metade da rua Rafael Nahas está tomada por mato e em outro canto dela existe, até mesmo, ramas de abóbora.

Para Josefa Elias Olmedo, serviços gerais, moradora do bairro há 25 anos, a responsabilidade dos gestores municipais não está sendo cumprida. “Entra prefeito, sai prefeito e a situação do nosso bairro é a mesma. É uma pouca vergonha as condições das ruas. Estamos abandonados. Prefeito não está valendo de nada”, desabafou Josefa.

Ela reclama ainda que paga seus impostos em dia e à vista, como fez com o IPTU deste ano. “Paguei 600 reais de IPTU, mas não temos retorno. Precisamos de melhorias”, frisou.

As ruas do bairro têm cascalhos, mas que não suprem a necessidade de quem passa pelas ruas do local. O entregador Gabriel Salina, 17 anos, realiza o trabalho com uma bicicleta e reclama das condições das ruas. “Geralmente passo pela calçada, pois pela rua não tem condições. E em dias de chuva a situação piora”, exclamou o entregador.

A equipe de reportagem do MS Noticias notou que havia uma enorme poça de água no meio da rua Lázara de Souza, mas na região havia chovido somente na última terça-feira. De acordo com moradores a água empoçada demora pelo menos três dias para secar.