22 de outubro de 2021
Campo Grande 32º 17º

Dólar tem queda e é cotado abaixo dos R$3,90

Ibovespa estável facilita desvalorização

A- A+

Uma série de fatores estão fazendo o dólar continuar em uma progressiva queda, pelo terceiro dia consecutivo a moeda americana é comercializada abaixo dos R$3,90. Apesar da instabilidade político-financeira que atravessa o país o dólar teve períodos de oscilação, chegou a bater a cotação mínima de R$3,838  e às 14:25 tinha uma desvalorização de 1,57% .

O enfraquecimento do financeiro mercado americano, mostrado por dados de agosto que apontam um desaceleramento das exportações e o aumento das importações da China, fazendo um déficit comercial ser maior em cinco meses, o que aumenta especulação em relação ao banco central americano - Federal Reserve - a elevar a taxa de juros somente em 2016, empurra a cotação da moeda americana para baixo.

Outro ponto importante para desvalorização do dolar, foram as declarações da agência Mood`s que afirmaram sobre o grau de investimento do país será alterado em meados de 2016, e segundo o vice-presidente da Mood`s, Mauro Leos, "só algo totalmente inesperado mudaria nossa visão sobre o País neste ano, pois faltam pouco mais de 90 dias para (2015) terminar". A Ibovespa operando perto da estabilidade e o desempenho negativo das bolsas no exterior cria um clima propício para o dólar operar em queda.

A cotação inicial do dólar na abertura do dia era alta de 0,94% atingindo R$3,937, ao longo do dia teve algumas oscilações chegando a R$3,838 uma desvalorização de 1,61%, às 15:50 a moeda americana era vendida a R$ 3,860. A alta acumulada frente ao Real chega a 46,76% só este ano.