06 de dezembro de 2021
Campo Grande 34º 23º

MEC irá priorizar municípios com IDH menores para distribuir vagas do Fies

A- A+

Municípios que apresentarem IDHM (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal) menor terão prioridade na distribuição de vagas do Fies ( Fundo de Financiamento Estudantil).  O critério foi publicado nesta segunda –feira (14) em portaria do MEC ( Ministério da Educação) na edição do Diário Oficial da União. 

Conforme publicação para o processo seletivo do primeiro semestre de 2016 serão destinados 70% das vagas do fies para cursos das áreas de saúde, engenharia e formação de professores. Para a distribuição de vagas será considerada demanda por educação superior, calculada a partir de dados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a demanda por financiamento estudantil, calculada a partir de dados do Fies no ano de 2015 e a disponibilidade orçamentária do Fies.

De acordo com MEC, será mantida prioridade para os cursos das áreas de saúde, engenharias e licenciaturas, pedagogia e normal superior e cursos com os melhores desempenhos nas do avaliações do órgão.

Pela portaria, 70% do número de vagas de cada microrregião irá para cursos prioritários, sendo 45% para a área de saúde, 35% para os cursos de engenharia e 20% para cursos da área de licenciatura, pedagogia e normal superior. Dos cursos reservados para a área de saúde, 35% deverão ser destinados para medicina.