30 de novembro de 2021
Campo Grande 31º 22º

Seaac quer 15% de reajuste salarial para trabalhadores de MS

A- A+

Os empregados em empresas de assessoramento, auditoria, perícias, informações e pesquisas e de empresas de serviços contábeis de Mato Grosso do Sul querem 15% de reajuste salarial, para vigorar a partir de 1º de novembro, data base das categorias, informa o Seaac/MS, sindicato laboral desses profissionais.

“Já encaminhamos a proposta à classe patronal e já sentamos para tentar chegar a um acordo, mas isso ainda não aconteceu”, informou Estevão Rocha dos Santos, presidente da entidade.

O Seaac/MS (Sindicato dos Empregados de Agentes Autonomos do Comércio e Empresas de Assessoramento, Auditoria, Perícias, Informações e Pesquisas e de Empresas de Serviços Contábeis de Mato Grosso do Sul) representa mais de 10 mil trabalhadores nessas áreas no Estado, e acredita que as empresas apresentaram bons faturamentos nesses últimos 12 meses, e isso as permitem repassar um pouco do ganho aos empregados.

“Esses 15% que estamos reivindicando sobrem a inflação acumulada nos últimos 12 meses e dão um ganho real aos trabalhadores. Isso é justo e merecido”, afirmou Estevão Rocha, que deverá voltar a se reunir com a classe patronal nos próximos dias, para fechar a Convenção Coletiva de Trabalho 2015/16.

 

Wilson Aquino