19 de maio de 2024
Campo Grande 20ºC

DESPEDIDA

TV Globo homenageia Galvão Bueno; assista a despedida do narrador

Brasileiro se aposenta

A- A+

Galvão Bueno, aos 72 anos, fez neste domingo (18.dez.22) sua última narração de futebol em uma Copa do Mundo

O narrador brasileiro foi homenageado pela emissora de TV, Rede Globo, na qual trabalhou por quase meio século. 

A última narração dele foi na partida entre Argentina e França, da qual los hermanos sairam vitoriosos, conquistando seu tricampeonato.  

No Qatar, o locutor chegou a sua 13ª Copa do Mundo. Neste ano, ele recebeu prêmio da Fifa e da Associação Internacional de Imprensa Esportiva, por narrar 12 Copas do Mundo.

Galvão se aposenta das transmissões após 41 anos na empresa. Numa sequência de posts no Twitter,antes da partida final, Galvão disse: 

Após o resultado positivo para a Argentina, Galvão atualizou seus posts: 

Em sua fala de despedida, o narrador agradeceu familiares, colegas de equipe e a empresa. “Vou continuar por aqui, não narro mais. Não sei viver sem vocês, então vou continuar por aqui”, salientou. 

“Somos uma só Globo, mas tem uma coisa que me encantou nesse trabalho. Eu pude fazer uma campanha em que dizia, ‘essa camisa da seleção brasileira, é de todos nós, é minha, ela é sua, é de todos nós’. E quantos vezes eu disse aqui ‘somos um só país, somos todos brasileiros. E tamo junto pela copa'”, afirmou, ao final das homenagens.

Galvão também deu parabéns aos profissionais da emissora que atuaram na Copa do Qatar, e as cerca de 500 pessoas que trabalharam na cobertura estando no Brasil. “Fizemos uma copa com resultado histórico. Claro que queríamos o Brasil na final. É do esporte, não deu. Não aconteceu. Mas toda nossa equipe sai daqui com muito orgulho”, disse. Veja:

A emissora exibiu  na sequência, vídeos com homenagens ao narrador. Foram 3 clipes:

  • no 1º, torcedores anônimos em diversas partes do Brasil apareceram imitando bordões consagrados do narrador;
  • no 2º vídeo, ex-atletas, funcionários e ex-integrantes da emissora fazem depoiamentos destinados à Galvão. Surgem nesta vídeo: Paulo Roberto Falcão, ex-jogador e comentarista; Romário, ex-jogador de futebol e senador; Luis Roberto, narrador; Rubens Barrichello, ex-piloto; Ronaldo, ex-jogador de futebol e empresário; Hortência, ex-jogadora de basquete e comentarista; Fátima Bernardes, jornalista e apresentadora; Cacá Bueno, piloto e filho de Galvão; Kaká, ex-jogador de futebol; Tino Marcos, ex-repórter da Globo.
  • No 3º e último vídeo, a emissora mostrou momentos marcantes da carreira de Galvão, como as narrações do tetracampeonato da seleção brasileira de futebol, em 1994, e o acidente que matou o piloto Ayrton Senna, no mesmo ano.

Depois das homenagens, o comentarista Júnior, que participou das transmissões da Copa do Qatar ao lado de Galvão e da também comentarista Ana Thaís Matos, entregou uma camiseta comemorativa do torneio assinada pelos profissionais da emissora que trabalharam na cobertura do mundial.

O NOVO ACORDO

Apesar da aposentadoria das locuções, de forma oficial, Galvão tem contrato com a emissora até os Jogos Olímpicos de Paris, em 2024. No novo acordo entre as partes, o principal papel de Galvão nos próximos dois anos será realizar chamadas institucionais e esportivas na TV aberta. O contrato também prevê a participação do narrador em um programa por ano na Globo.

Diferente do acordo anterior, o vínculo estabelecido entre ele e a emissora não possui exclusividade. Portanto, como era de interesse de Galvão, é possível fechar com outras empresas, como serviços de streaming.