18 de abril de 2021
Campo Grande 30º 19º

SOLIDARIEDADE

Vídeo: Vakinha quer arrecadar R$ 400 para família não passar o Natal em quarto 3x3

Contando com a solidariedade, a família tenta reconstruir o imóvel que perdeu em incêndio

Cristiane Gattes Ferreira, de 32 anos, o marido dela, e 4 filhos (duas meninas e dois meninos) estão vivendo em uma peça de casa 3x3, após perderem todos os móveis e também a casa em que viviam no bairro Tijuca, em incêndio ocorrido na madrugada da 6ª-feira (4.dez.2020), em Campo Grande.   

Contando com a solidariedade, a família tenta reconstruir o imóvel para que estejam sobre um teto mais confortável ainda antes do Natal.

O marido de Cristiane, que é pedreiro, dedica o tempo à reconstrução da casa, que por hora, terá adição de apenas mais duas peças. “Vamos construir 1 quarto e 1 banheiro”, disse Cristiane.

Veja abaixo vídeo feito no dia do incêndio: 

Regina, uma professora de 1º ao 5º ano, ficou sabendo do incêndio, pois deu aula para um dos filhos de Cristiane. Regina comentou com o seu filho, Kevin sobre o ocorrido, comovido, o jovem teve a ideia de abrir a vakinha para ajudar Cristiane a conseguir o valor necessário para construir às duas peças.  

Cristiane contou ao MS Notícias, que os R$ 400,00 é para que família esteja em uma nova casa até o Natal, devido ao tempo, a vakinha fica aberta até o final desta semana. “Vai até 6ª-feira [11.dez], que daí meu marido tem que construir. A gente precisa desse dinheiro para comprar o cimento e o restante das coisas... Nós ganhamos 1 milheiro de tijolos que dá para fazer as peças”, explicou Cristiane. 

Ela é a única que está empregada em casa, ganha 1 salário mínimo, com isso, toda a renda que ganha está destinada às contas e à alimentação. Portanto, a mãe relata dificuldades. “Perdemos tudo lá, ganhamos um fogão e uma cama de pessoas, aceitamos a contribuição de como puder ajudar”, disse, ao anotar que os filhos perderam as roupas no incêndio, assim como ela e o esposo.

A vakinha arrecadou R$ 195,00 até esta 3ª-feira (8.dez.2020), caso leitores dessa reportagem possam doar, basta clicar AQUI e fazer sua doação no site da vakinha. 

Caso não possua dinheiro, mas queira fazer alguma doção de roupas, alimentos ou móveis para a família, basta ligar ao telefone (67) 9 9166-1922 e combinar a doação. Ou ainda, ir até o endereço, a rua Antônio Meireles de Assunção, 123, Tijuca, na Capital.