20 de junho de 2021
Campo Grande 25º 13º

Ex-secretária de Coronel Sapucaia acusada de tráfico de drogas está foragida há uma semana

A- A+

O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), está a procura de Rosangela Almeida, a Baixinha, 38, que está foragida há uma semana. Rosângela é uma das 21 pessoas investigadas na Operação Dublê, e até ontem a titular da Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer do município de Coronel Sapucaia  -distante 400 quilômetros de Campo Grande - na fronteira com o Paraguai. Ela e mais quatro pessoas é acusada de tráfico de maconha e roubo de veículos.

A quadrilha ficou conhecida por usar veículos de luxo para transportar grandes cargas de maconha. Os carros tinham placas e documentos legais, por isso o nome dublê, e vinham até Dourados em caminhões-cegonha. No município , eram misturados a outros veículos, e depois seguiam para a fronteira, onde era trocados por maconha ou usados para transportar a droga para os estados de São Paulo e Goiás.

O Gaeco não detalhou qual era o papel de Rosangela Almeida na quadrilha. Já na prefeitura do município, a informação é de que Rosângela está afastada, mas não há motivo evidente.

Heloísa Lazarini