17 de junho de 2021
Campo Grande 26º 15º

Fuzileiros de Ladário realizam operação no Rio de Janeiro

A- A+

Fuzileiros navais da Marinha, que tem o comando no município de Ladário – distante 435 quilômetros de Campo Grande- embarcaram ontem para o Rio de Janeiro, integrar a Operação de Pacificação do Complexo da Maré, na capital fluminense.  Os 108 fuzileiros desembarcaram no aeroporto Galeão e se apresentaram ainda ontem ao Comando da Força de Fuzileiros da Esquadra, que atua na favela da Maré. Os fuzileiros embarcaram em uma aeronave cedida pela FAB (Força Aérea Brasileira), no município de Corumbá – distante 444 quilômetros de Campo Grande. O clima, de acordo com o site Diário Corumbaense, foi de muita emoção entre os familiares dos militares. A equipe é composta por 4 oficiais e 104 praças, sendo 20 sargentos, 30 cabos e 54 soldados “Estamos preparados para a missão, o treinamento foi intenso. Nós, militares, sabemos que missões como essa podem surgir e nossas famílias estão cientes que terão de enfrentar a distância nesse período. Além disso, o apoio da família é importante nessa etapa”, frisou o comandante de um dos pelotões, tenente Sarto. O rodizio de militares que ocupam o Complexo deve ocorrer a partir do dia deste sábado. Os fuzileiros substituirão os militares em atividade. A previsão é que o grupo de militares do 6º Distrito Naval permaneça no Rio de Janeiro até 31 de dezembro. Ainda conforme declaração dada pelo capitão de fragata Paiva ao site, a tropa está preparada para encarar as situações de confronto com os traficantes. Os dias que antecederam o embarque foram de preparo e treinamento para o tipo de operação que será realizada. O 6° Distrito Naval foi convocado pela Presidência da República - conforme previsto no Art. 15 da Constituição Federal pela lei GLO (Garantia da Lei e da Ordem) - para participar da operação de pacificação, na capital fluminense. Tayná Biazus