22 de abril de 2021
Campo Grande 29º 18º

Morte confirmada

Homem de 52 anos morre por gripe H1N1 em Corumbá

A- A+

A Secretaria de Saúde de Corumbá confirmou a morte de um policial aposentado de 52 anos por gripe H1N1 na cidade. De acordo com informações do Diário Corumbaense, familiares disseram que ele sentiu os sintomas no dia 10 de janeiro, mas somente no dia 16 procurou o Pronto Atendimento Médico (PAM), e foi internado rapidamente.

Segundo a assessoria de comunicação da Prefeitura, este ano já foram notificados quatro casos da gripe. Dois foram descartados, um confirmado e um aguardando confirmação.

Segundo a secretária de saúde, Dinaci Ranzi, o exame para comprovação da doença foi realizado logo após o óbito e confirmado nesta quarta-feira (20). “A família autorizou a coleta de material para exame e o resultado foi positivo para H1N1”.

H1N1

A Influenza A H1N1 uma doença respiratória aguda (gripe), causada pelo vírus da influenza, assim como a gripe comum, é transmitida de pessoa a pessoa, principalmente por meio de tosse ou espirro e de contato com secreções respiratórias de pessoas infectadas. 

Sintomas

Os sintomas que definem um caso suspeito de Influenza A são febre alta repentina, acima de 38 graus, tosse, dor de cabeça, dores no corpo e nas articulações e falta de ar. Eles surgem em até 10 dias após a pessoa ter contraído o vírus da Influenza.

Prevenção

Como prevenção é necessário higienizar as mãos sempre que possível, lavando-as com água e sabão todas as vezes que pegar em maçanetas de portas ou corrimãos; ao tossir, utilizar lenços de papel e descartá-los nos locais adequados (lixeiras); evitar aglomerado de pessoas; utilizar álcool 70% sempre que possível; limpar os móveis diariamente, lembrando que o vírus sobrevive em superfícies por até uma semana; não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal; não usar medicamentos sem orientação médica.