29 de maio de 2024
Campo Grande 14ºC

COPA DO MUNDO

Thiago Silva quer 'calar os críticos' em sua última Copa do Mundo

O jogador, que dispensa apresentações, não é unanimidade entre os torcedores, mas muito por conta de alguns episódios em específico

A- A+

Thiago Silva, zagueiro do Chelsea, clube da Inglaterra, e da Seleção Brasileira, está com 37 anos e ainda jogando em altíssimo nível. Multicampeão pelos clubes por onde passou, como Milan, Paris Saint Germain, além de diversas conquistas individuais, o jogador, que dispensa apresentações, não é unanimidade entre os torcedores, mas muito por conta de alguns episódios em específico.

Um deles aconteceu durante a Copa do Mundo de 2014, aqui no Brasil, quando o jogador foi bastante criticado pelo fato de ser o capitão do time e, durante a disputa de pênaltis contra o Chile, válido pelas oitavas-de-final da competição, ficou distante do grupo, sentado em uma bola e chorando. O mais interessante é que, apesar de gerar desconfiança entre os brasileiros, esteve na Seleção da Copa do Mundo daquele ano.

Em entrevista sobre o fato do choro, Thiago Silva revelou que isso já “está superado” e que a emoção não é algo que as pessoas “têm controle”.

“Eu acredito que você não se programa para se emocionar. Você não se prepara para isso. ‘Ah, vou me emocionar agora, vou me emocionar amanhã’. São coisas que acontecem ao natural. Fiquei muito marcado por esse episódio. Negativamente, infelizmente. Mas, na minha consciência, estou super tranquilo. Foi uma tristeza muito grande para mim por um longo período, mas que, com certeza, serviu de aprendizado. E contra o Chile, o choro foi uma história bonita, porque, embora tenha sido um episódio de emoção, foi um dia vitorioso para mim e para a seleção brasileira. Então, ficou marcado, sim, esse dia, mas também positivamente, pelo fato de a gente ter avançado na competição e conseguido nosso objetivo naquele momento”, disse, em entrevista coletiva há pouco mais de um ano.