MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MS

PRESTAÇÃO DE CONTAS PMCG BW3
quarta, 24 de julho de 2019

XINGAMENTOS

Bernal ataca correligionários e abre crise no PP

Presidente do partido usou whatsapp para desabafar

Por: YARIMA MECCHI E IZABELA JORNADA13/05/2019 às 10:18
ComentarCompartilhar
Ex-prefeito é criticado por falta de diálogo entre filiados do partidoEx-prefeito é criticado por falta de diálogo entre filiados do partidoFoto: Reprodução/Valdenir Rezende/ Correio do Estado

O ex-prefeito de Campo Grande e presidente do Partido Progressista em Mato Grosso do Sul, Alcides Bernal, usou um grupo no WhatsApp para xingar, ofender e ameaçar os correligionários do partido. Os principais ofendidos foram os vereadores e deputados da sigla. O caso tomou uma proporção que o vereador Valdir Gomes registrou um Boletim de Ocorrência contra o ex-prefeito por ameaça. 

Nas imagens que o Correio do Estado teve acesso e mostram as mensagens de Bernal aos filiados dizendo que eles são “oportunistas e mentiroso”. “Só fez firula e criou problemas. Olha. Chau seus ingratos mal agradecidos, bando de oportunistas, aproveitadores. Chau. E não me apareçam na minha frente, por favor, não me responsabilizo pelas minhas atitudes. Apoiaram adversários BV (sem experiência) em todas as campanhas, seus M**”, diz parte de uma das mensagens que Bernal enviou no grupo.

Em outros momentos da conversa o ex-prefeito pede que eles não cruzem seu caminho. “Quero que saiam do partido e não quero ver a cara de vocês, seus traidores”.  

Os problemas entre o atual presidente do partido e os demais filiados não é novidade de agora. O próprio vereador Valdir Gomes criticou diversas vezes a maneira de Bernal  administrar a sigla. Uma reunião de urgência chegou a ser feita no gabinete do deputado estadual Evander Vendramini na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALMS)com o vereador Cazuza,  o vice-presidente do PP regional Ulisses Duarte e o ex-secretário de Saúde de Campo Grande e ex-candidato a deputado estadual, Ivandro Fonseca.

No fim da reunião, os presentes alegaram que vão passar o problema para a executiva nacional resolver e que querem um líder mais articulador e que movimenta mais o partido. 

No fim de abril, Bernal, Vendramini e Cazuza foram à Brasília e se reuniram com o presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira, e ficou acordado que o ex-prefeito termina seu mandato em agosto, mas não pode se candidatar com uma chapa para concorrer a executiva novamente. O nome mais cotado para dirigir a sigla é do deputado Evander Vendramini. Conforme os bastidores da ALMS, ele já declarou que vai lançar chapa. 

Enquanto as mudanças não acontecem no PP, Bernal continua presidente e na conversa pelo WhatsApp chegou a pedir que Vendramini deixe o partido. “Sejam felizes, a você assessora do deputado estadual Evander Vendramini foi BG extremamente chula, portanto ela e o chefe podem sair do partido. Estou aguardando o pedido de desfiliação do Valdir Gomes e Evander Vendramini”. 

O vereador se defendeu e alegou que Bernal não tem motivos para o expulsar da sigla. “Ele não tem motivo para me expulsar. Eu fiz o B.O contra ele e vou representar. Ele deduz as coisas na cabeça dele e acusa a gente”, disse Valdir. 

Bernal em sua defesa disse que não considera uma ameaça e uma ofensa o que disse no grupo e o que mandou para o vereador no particular.

“Quando eu digo isso - porque fica pior e é triste - porque fala uma coisa na rede social e quando me encontra me abraça, me comprimenta. É muito hipócrita.  Quando  digo que não adianta cruzar o caminho dos progressistas é porque queremos gente do nosso lado e ‘não perca seu tempo querendo atrapalhar o projeto do progressistas’. Não dá para ficar alisando pessoas hipócritas”, rebateu. 

Fonte: Correio do Estado 

Deixe seu Comentário

TV MS

11 de julho de 2019
Fábio Trad fala sobre indenização a Zeca e alerta MP-MS

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MSRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 99150.1270
Editorias
Institucional
Mídias Sociais
© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma