24 de maio de 2024
Campo Grande 23ºC

ECONOMIA | FMI

Brasil subirá mais, tornando-se a 8ª maior economia do mundo

Em 2024, o PIB do Brasil deve crescer 2,2%, sugere o relatório World Economic Outlook

A- A+

O Fundo Monetário Internacional (FMI) sugere que o Brasil será 8ª maior economia do mundo em 2024. Atualmente o país é a 9ª. 

Isso foi afirmado por Alex Agostini, a partir dos dados do relatório World Economic Outlook (WEO) divulgados na 3ª.feira (16.abr). Eis a íntegra.  

A última vez que o Brasil esteve na posição de 8ª maior economia do mundo foi em 2017.

O relatório sugere elevar a projeção para o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil para 2,2% neste ano, contra estimativa anterior de alta de 1,7%.

“No Brasil, espera-se que o crescimento modere para 2,2% em 2024, devido à consolidação fiscal, aos efeitos defasados da política monetária ainda restritiva e a uma menor contribuição da agricultura”, disse o Fundo.

Para Agostini, essa estimativa “é factível”. “A nossa projeção está ajustada para 1,8% de crescimento neste ano e, para o ano que vem, 2,1%”, afirmou.

“Tem um certo carregamento estatístico porque no ano passado a economia surpreendeu bastante”, explicou ele. No ano passado, a economia brasileira cresceu 2,9%.

MUNDO 

Segundo o WEO, a economia mundial deve crescer a 3,2% em 2024 e 2025, mantendo ritmo estável de 2023.

O relatório aponta que avançadas aceleram levemente, enquanto mercados emergentes e em desenvolvimento desaceleram.

A WEO listou que a inflação global está queda: de 6,8% em 2023 para 5,9% em 2024 e 4,5% em 2025.

Também destacaram que as economias avançadas retornam mais rapidamente às metas de inflação.

Há também uma resiliência econômica global notável apesar de aumentos das taxas de juros.

Para a WEO, fricções estruturais limitam crescimento do produto per capita.

As economia gigantes devem ter perspectivas sombrias emergentes que podem abalar parceiros comerciais.