19 de maio de 2024
Campo Grande 17ºC

CASA PRÓPRIA

Em 6 dias, Feirão Habita Campo Grande movimenta mais de R$40 milhões

A prefeita Adriane Lopes avalia o impacto da intervenção pública do Executivo Municipal no desenvolvimento econômico da região após o evento

A- A+

Iniciativa que já se tornou o maior evento da habitação de interesse social da Região Centro-Oeste, o 8º Feirão Habita Campo Grande, ocorrido entre os dias 22 e 27 de abril, no Shopping Norte Sul Plaza, injetou mais de 40 milhões de reais na economia da Capital, aqueceu o mercado imobiliário e ainda abriu precedentes para futuras oportunidades de negócios, além de projetar a geração de novos empregos no segmento da construção civil.

Nesta semana, a Prefeitura publicou no Diogrande, os nomes dos titulares das famílias aptas a receber o subsídio de até 30 mil reais oferecido por meio de financiamento com condições facilitadas de pagamento (confira a lista aqui). Apenas nesta última edição do Feirão, mais de 1.300 propostas de financiamento foram devidamente qualificadas para conquistar o primeiro imóvel. Os interessados se inscreveram ao programa Sonho de Morar, gerido pela Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários (Amhasf).

Por outro lado, mais de 220 famílias já garantiram a casa própria junto aos parceiros do Parque Privado ainda durante o Feirão. Além de atender as famílias da Capital que buscavam a conquista do primeiro imóvel, o evento aqueceu o mercado imobiliário e consolidou Campo Grande como uma das principais capitais do Brasil a fomentar o mercado da habitação de interesse social. Essa cadeia é fundamental para a cidade, pois promove novos investimentos e a geração de emprego e renda, desde a construção civil até o atendimento ao público.

TRANSFORMAÇÃO DO SETOR IMOBILIÁRIO NA CAPITAL

A prefeita Adriane Lopes avalia o impacto da intervenção pública do Executivo Municipal no desenvolvimento econômico da região após o evento. Para a chefe do Executivo Municipal, o Feirão Habita Campo Grande é uma iniciativa já consolidada como de grande importância para a cidade, pois oferece uma oportunidade única para as famílias realizarem o sonho da casa própria, não se limitando apenas ao repasse de recursos provenientes do governo federal, mas também utilizando a expertise da Parceria Público-Privada (PPP).

“A movimentação financeira gerada pelo evento beneficia diretamente a economia local, com o aumento do número de empregos e a geração de novos negócios. Com a realização do Feirão, a Prefeitura de Campo Grande reafirma o seu compromisso junto à população, ao fomentar a construção de novas moradias e proporcionar melhoria da qualidade de vida das pessoas. A ação promove ainda mais inclusão social, com oportunidades alternativas para aqueles que buscam a casa própria”, analisou a Prefeita.

O diretor-adjunto da Amhasf, Claudio Marques acrescenta que além de alavancar o desenvolvimento econômico e social de Campo Grande, as inovações implementadas para o acesso à moradia por intermédio do mercado da habitação de interesse social culminam na promoção do conforto de bem-estar da população como um todo.

“A Prefeitura de Campo Grande segue trabalhando para oferecer mais oportunidades e investimentos para a cidade, visando o seu desenvolvimento sustentável e a construção de uma vida melhor para todos, sobretudo neste período de pós-pandemia e agora de recuperação econômica da população. Percebemos uma onda de ânimo e esperança nas famílias que conquistaram o seu primeiro imóvel por intermédio do Feirão. Elas se viram capazes de fazer isso e também de realizar outros sonhos, que estavam guardados na gaveta. Portanto, queremos ser agentes dessa transformação de vida e de mentalidade, em busca de um futuro promissor para todos”, concluiu Marques.

Fonte: Prefeitura de Campo Grande