29 de maio de 2024
Campo Grande 9ºC

ERRO GRAVE

Ao falar de racismo contra Bless e Titi, Mais Você exibe imagens de macacos

Filhos de atores foram alvo de racismo em Portugal, onde família está de férias

A- A+

O programa matinal da Ana Maria Braga, o 'Mais Você', exibido na TV Globo, repercutia o caso de racismo contra Bless e Titi, filhos dos atores Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank, na manhã desta segunda-feira  (1.ago.22), quando exibiu imagens de macacos, após a apresentadora chamar o VT. Veja abaixo: 

 

"Entrou um VT errado aí, a gente vai corrigir. É o VT da Giovanna, que fala da situação que ela passou", disse Ana Maria Braga após a interrupção do vídeo. A apresentadora demonstrou-se estarrecida com a situação.  

As imagens de macacos exibidas entraram numa reportagem posterior. A matéria falava sobre 'Jorginho', um macaco bugio-preto nascido em cativeiro na cidade de Barreiras, na Bahia. A espécie corre risco de extinção no estado. "Essa imagem aí que entrou fora de hora no começo do programa", reiterou a apresentadora.

CASO

Segundo Ewbank, os filhos estavam com ela e com o pai almoçando no resutarante Clássico Beach Club, na Costa da Caparica, em Portugal, no sábado (30.jul.22), quando uma mulher começou a atacar com insultos racistas os filhos dos artistas e também e um casal de turistas angolanos que estava no lugar.

"Uma mulher branca, que passava na frente do restaurante, xingou, deliberadamente, não só Títi e Bless, mas também a uma família de turistas Angolanos que estavam no local - cerca de 15 pessoas negras. A criminosa pedia que eles saíssem do restaurante e voltassem para a África, entre outras absurdos proferidos às crianças, tais quais “pretos imundos"", disse a artista em nota. 

Confirmamos, conforme videos que já circulam no Brasil, que Giovanna reagiu e enfrentou a mulher, enquanto Bruno Gagliasso, seu marido, chamou a polícia.  

Na mesma edição do programa, Ana Maria Braga, exaltou a atitude de Giovanna: "Sabe que eu fico tão atrapalhada com esse tipo de comportamento que a gente vê em certas pessoas e que é tão comum. [...] O que a Giovanna falou, falou certo. Se fosse uma mãe preta, ela poderia ser tachada de louca. Então, parabéns Giovanna por sua reação. Você pôs a boca no trombone pelos seus filhos e por todas as pessoas pretas que sofrem discriminação. E é assim que tem que ser", disse.