30 de novembro de 2021
Campo Grande 31º 22º

Dilma classifica ataque como 'bárbaro' e diz que acompanha recuperação de brasileiros

A- A+

Em comunicado emitido via rede social, no Twitter,neste sábado (14), a presidente Dilma Rousseff (PT) disse que está acompanhando a recuperação dos dois brasileiros  feridos no atentado terrorista em Paris, na França.

Dilma classificou como “bárbaro”, o ato considerado como a maior tragédia, por meio de atentados, desde a segunda Gerra Mundial,  segundo autoridades europeias. "Fico feliz porque a jovem não teve maiores sequelas e desejo pronta recuperação ao rapaz ainda hospitalizado", disse a presidente no Twitter.

Segundo informações, o casal estava no restaurante Le Petit Cambodge, nas proximidades do Canal Saint-Martin, um dos locais onde ocorreram os tiroteios. Os nomes não foram divulgados porque, conforme informações, será necessário, as respectivas famílias não foram contatadas.

Na oportunidade, Dilma comentou, ainda, a atitude de atentado contra a vida se deve "combater sem trégua os atos hediondos cometidos em Paris". "Reitero minha solidariedade ao presidente François Hollande e ao povo francês." Seis atentados simultâneos ocorridos ontem à noite em diversos pontos de Paris causaram a morte de mais de 120 pessoas. O Estado Islâmico reivindicou a autoria dos ataques.

Investigações de agentes franceses contabilizam um saldo de mais de 127 mortos, após os atentados terroristas ocorridos nesta sexta-feira (13). Pelas informações de fontes policiais, há pelo menos 180 feridos, sendo 80 em estado grave.  Oito terroristas, todos com coletes de explosivos, atacaram sete locais, entre eles uma sala de espetáculos e o estádio nacional, onde ocorria um jogo de futebol entre as seleções de França e da Alemanha. Segundo a polícia, os oito terroristas foram mortos em operações de segurança.