22 de maio de 2024
Campo Grande 25ºC

NOVO GOVERNO MS

Em 24h de governo, Eduardo Riedel indica valorização da cultura e inclusão

Momento inédito, mostra que novo gestor tentará corrigir uma das falhas do ex-governador

A- A+

O governador de Mato Grosso do Sul Eduardo Riedel (PSDB) e o vice-governador Barbosinha (Progressistas) deram posse aos seus secretários de governo numa cerimônia no domingo (1º.jan.23), no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camillio, em Campo Grande (MS). Reportagem publicada originalmente no TeatrineTV. 

Para o momento, a equipe propôs um "cerimonial inédito", indicando o objetivo de valorização da cultura e dos artistas locais. Também acenaram para a inclusão, já que toda a cerimônia teve tradução de Libras em tempo real.

A tradutora e intérprete de Libras, Danielle de Rezende Gimenes, avaliou que tal medida proporcionou um momento histórico. "Ao traduzirmos em Libra a posse do Governo do Estado nós estamos tornando este momento representativo para a comunidade surda, pois dessa forma eles conseguem participar, entender e se ver em um evento tão importante para a história do nosso Estado. Ações como essa precisam ser rotineiras em administrações públicas e o governador Eduardo Riedel vem mostrando desde a sua campanha que a inclusão será presente em sua gestão e nós ficamos muito felizes, pois essa é uma luta diária dos surdos em todo país".

Membro da comunidade surda, Matheus Santos Moreno, disse que assistiu à posse virtualmente. “Conseguir acompanhar um momento importante como esse e nos sentirmos incluídos é fundamental para nós e esperamos que este governo seja de muita acessibilidade para todos os tipos de deficiência”, considerou.

Durante a cerimônia, num telão eram narradas partes chaves da história do Brasil e de Mato Grosso do Sul, com intervenções artísticas, que representaram fatos simbólicos, como quando o time de futebol do Estado, o Operário Futebol Clube, ganhou a Copa da Coréia em 1982, a música “Escrito nas Estrelas” de Tetê Espíndola estourou nas paradas de sucesso. A visita do Papa João Paulo II a Mato Grosso do Sul. A filmagem da primeira novela Pantanal, dentre outros momentos históricos do país.

O diretor e ator, André Tristão, que esteve no elenco do remake da novela Pantanal, na cerimônia de posse, cantou e declamou a letra da música “Trem do Pantanal”. Para o artista, o evento da maneira como aconteceu foi um ótimo sinal para a classe artística sul-mato-grossense no 1º dia de governo Riedel. "Um crédito para o novo governo. Obviamente a classe artística tem muitas ressalvas de como foi conduzido alguns vários anos do governo [Reinaldo] Azambuja, né? Então, o Riedel inicia a posse dele preocupado com o artístico, convidando vários artistas para fazerem apresentações artísticas antes de tudo começar. Vejo tudo isso como um sinal positivo. É uma carta que damos para ele, para ele conduzir a Cultura de melhor forma. Foi uma noite muito agradável e respeitosa com todos da equipe. Todo o processo de ensaio foi muito respeitoso, sabe? Espero que isso se estenda para todas, todos e 'todes' da área cultural", prospectou.

Esse é André Trsitão. Foto: Leandro Benites (cortesia)

Como artista, André disse que celebrou a derrota do candidato adversário de Riedel, Capitão Contar (PRTB). "A gente travou uma batalha juntos nessas eleições, para que o outro candidato não ganhasse... Sabemos que o outro candidato ganhando a gente sofreria muito, não só a área cultural, mas todas as áreas, porque a gente sabe muito bem o projeto [do governo proposto por Contar]. O Riedel me parece um cara com uma visão de mundo muito maior", comentou.

André Tristão esteve no elenco do remake da novela Pantanal exibida pela TV Globo. Foto: Leandro Benites (cortesia)

André Tristão esteve no elenco do remake da novela Pantanal exibida pela TV Globo. Foto: Leandro Benites (cortesia)

"Acrescento a minha fala, a alegria que é para nosso estado, o alívio que foi para nosso estado o Riedel ter ganhado. E o alívio para o Brasil, para América Latina e na verdade para todo o mundo, o Lula ter voltado ao poder", completou.

A PROPOSTA

A proposta foi a seguinte: quando a situação em vídeo passava no telão, os artistas complementavam no palco.

Tudo começou quando o ator Gabriel Britto fez a intervenção inicial, ligando um walkman que dava início a história contada no palco. A cantora Geórgia Castro, interpretou a música “Escrito nas Estrelas” em referência ao sucesso que Tetê Espíndola teve com a canção. A Cantora Marta Cel, interpretou a música “Porque Ele Vive” em referência ao marco histórico da visita do Papa João Paulo II ao Mato Grosso do Sul. Então, André Tristão entra cantando à capela, “Trem do Pantanal”, em alusão ao marco histórico da 1ª filmagem da novela Pantanal. 

  • Azambuja e Riedel durante o evento de posse dos secretários. Foto: Leandro Benites (cortesia)

    Azambuja e Riedel durante o evento de posse dos secretários. Foto: Leandro Benites (cortesia)

  • O jogador de futebol Amarildo Carvalho Cruz, que em junho de 1982, levantou a taça do Operário Futebol Clube - clube sul-mato-grossense. Foto: Leandro Benites (cortesia)

    O jogador de futebol Amarildo Carvalho Cruz, que em junho de 1982, levantou a taça do Operário Futebol Clube - clube sul-mato-grossense. Foto: Leandro Benites (cortesia)

  • Marta Cel  interpretou a música

    Marta Cel – interpretou a música “Porque Ele Vive” em referência ao marco histórico da visita do Papa João Paulo II ao Mato Grosso do Sul. Foto: Lenadro Benites (cortesia)

  • A Solenidade aconteceu no Centro de Convenções Arq. Rubens Gil de Camillo e fugiu totalmente dos cerimoniais convencionais, teve inclusão com interprete de libras e também enfatizou muito a história cultural de Mato Grosso do Sul.

  • Eduardo Riedel é cumprimentado no evento de posse. Foto: Leandro Benites (cortesia)

    Eduardo Riedel é cumprimentado no evento de posse. Foto: Leandro Benites (cortesia)

  • Geórgia Castro  interpretou a música

    Geórgia Castro – interpretou a música “Escrito nas Estrelas” em referência ao sucesso que Tetê Espíndola teve com a canção. Foto: Leandro Benites (cortesia)

  • Chicão Castro  Cantor que interpretou o Hino de Mato Grosso do Sul. Foto: Leandro Benites (cortesia)

    Chicão Castro – Cantor que interpretou o Hino de Mato Grosso do Sul. Foto: Leandro Benites (cortesia)

  • Leo Mareco e Kelton Medeiros - Artistas plásticos que realizaram uma produção ao vivo de uma tela no estilo Lambe-Lambe com a imagem de Helena Meirelles, que depois foi entregue à Fátima Azambuja pela primeira-dama Mônica Riedel. Foto: Leandro Benites (cortesia)

    Leo Mareco e Kelton Medeiros - Artistas plásticos que realizaram uma produção ao vivo de uma tela no estilo Lambe-Lambe com a imagem de Helena Meirelles, que depois foi entregue à Fátima Azambuja pela primeira-dama Mônica Riedel. Foto: Leandro Benites (cortesia)

  • Olívia Chiarello - Atriz e cantora Mirim que realizou a leitura de um trecho da "Poesia Completa" de Manoel de Barros. Foto: Leandro Benites (cortesia)

    Olívia Chiarello - Atriz e cantora Mirim que realizou a leitura de um trecho da "Poesia Completa" de Manoel de Barros. Foto: Leandro Benites (cortesia)

Os artistas plásticos Leo Mareco e Kelton Medeiros, realizaram uma produção ao vivo de uma tela no estilo Lambe-Lambe com a imagem de Helena Meirelles, que depois foi entregue à Fátima Azambuja pela primeira-dama Mônica Riedel. A atriz e cantora mirim Olívia Chiarello, fez a leitura de um trecho da "Poesia Completa" de Manoel de Barros. E fechando as aprsentações, o cantor Chicão Castro interpretou o Hino de Mato Grosso do Sul. Assista a íntegra das apresentações:

https://youtu.be/DOBxRCZTtLc?t=2318

André Stabile, que foi o produtor artístico responsável pela curadoria cultural da posse, disse que entender a própria história e tão importante quanto planejar o futuro. “Então partimos desse ponto, fazer uma cerimônia que contasse a trajetória do nosso Estado até aqui. E claro, apostando no que a gente tem de melhor, que é gente talentosa e de coragem pra inovar. Fizemos um evento lindo e emocionante. Todos entregaram tudo! A diretoria, equipes de produção, passando pela técnica, pelos artistas, apresentadores, até chegar na plateia”, comentou o produtor.

André Stabile cumprimenta Riedel durante o evento de posse. Foto: Leandro Benites

Entre os 11 secretários, foi empossado o chefe da Secretaria de Estado de Turismo, Esporte, Cultura e Cidadania (SETESCC), Marcelo Ferreira Miranda. Ele foi anunciado na 3ª.feira (27.dez.22) e prometeu, naquela ocasião, fazer uma gestão “fora da caixa”, como mostramos aqui no TetarineTV.

Momento em que Marcelo Miranda assinava a ata de posse como chefe da Setescc. Foto: Bruno Rezende

Além dele, foram epossados secretários Flávio César (Sefaz), Ana Carolina Nardes (SAD), Hélio Peluffo (Seilog), Antônio Carlos Videira (Sejusp), Jaime Verruck (Semadesc), Pedro Caravina (Segov), Maurício Simões Corrêa (Saúde), Hélio Queiróz Daher (SED), Elisa Cleia Nobre (Sedhas), Eduardo Rocha (Casa Civil), Carlos Eduardo Girão (CGE), Ana Carolina Ali Garcia (PGE) e Eliane Detoni (EPE).

FICHA TÉCNICA

Produção Musical: Fábio Adames e Victor Winkler.
Figurinos: Luis Gugliatto.
Apresentadores: Lívia Machado e Leandro Marques.
Intérprete de Libras: Danielle de Rezende Gimenes.