16 de setembro de 2021
Campo Grande 32º 21º

MEDICINA

Enfermeira, Betty adiou aposentadoria para lutar contra o vírus e não fez 79 anos

Quando a pandemia chegou aos EUA, em março de 2020, Gallagher decidiu adiar a decisão de se aposentar

A- A+

A enfermeira americana Betty Grier Gallagher, após de 50 anos de serviço, adiou a aposentadoria para ajudar contra a pandemia de Covid-19. Porém Betty acabou vítima do coronavírus e morreu em 10 de janeiro, um dia antes do seu 79º aniversário.  

Betty trabalhava no turno da noite no centro médico Coosa Valley, no Alabama (EUA), era conhecida entre doentes e colegas por se preocupar com os pacientes como se fosse seus familiares.

Quando a pandemia chegou aos EUA, em março de 2020, Gallagher decidiu adiar a decisão de se aposentar. Os seus colegas tentaram fazê-la mudar de ideia, temendo pela saúde de Betty, e apelaram a que reconsiderasse a decisão.

Segundo a CNN, a enfermeira não deu ouvidos aos apelos e continuou a trabalhar ininterruptamente até ser infectada com a Covid-19, em dezembro, sendo internada pouco depois. Betty morreu no mesmo hospital onde diariamente lutou pela vida dos outros e onde trabalhava havia 43 anos.

"Ela não fez aquilo para se destacar", disse Carson Grier Jr, o filho de Betty. "Ela fez porque era quem ela era, era a sua vocação. Esse era o seu propósito na vida", acrescentou ele.