19 de maio de 2024
Campo Grande 19ºC

HISTÓRIA EXITOSA

Ex-vendedor de jornais no semáforo, Ninho se torna empresário de sucesso do sertanejo

Famosos celebram aniversário de ícone do entretenimento sul-mato-grossense

A- A+

O empresário sul-mato-grossense do ramo da música sertaneja Jeferson Júnior Teixeira da Silva, conhecido por seu apelido “Ninho”, completa 42 anos neste sábado (4.mar.23) e tem recebido homenagens de diversos famosos, entre eles, o embaixador da Festa do Peão de Barretos Gusttavo Lima. Veja abaixo.

Nascido em Nova Andradina (MS), Ninho se mudou para a Capital sul-mato-grossense com a família ainda quando era bebê. Ao fim de 4 décadas em Campo Grande, eles moraram nas Moreninhas II, no Bairro Coophavila II e por muito mais tempo na Vila Ieda.

Aos 14 anos, Ninho saiu em busca de ganhar seu próprio dinheiro, passando a trabalhar como vendedor de jornais no semáforo. “Vendia jornais no semáforo e também lavava carro... O jornal era só de manhã, saia de madrugadinha eu e meu irmão, sai cedinho, tipo às quatro e pouco da manhã a gente saia de casa, cinco horas, porque a gente tinha que estar 6h lá no semáforo. Aí o jornal vendia das 6h às 8h, mais ou menos, tudo de bicicleta eu e meu irmão. Depois, eu corria para um lava-jato para lavar carro, lavava por dentro, ganhava por carro limpo”, contou o produtor em uma entrevista por telefone ao MS Notícias.

Após o horário de trabalho, Ninho e o irmão iam para a escola – o empresário disse que ao longo de sua adolescência estudou nas escolas: E.M. Professora Flora Guimarães Rosa Pires, na Vila Albuquerque; E.E Orcírio Thiago de Oliveira, no Jardim Paulista; E.M. Professor Múcio Teixeira Júnior, na Vila Carlota e na E.E. Hércules Maymone, no Itanhangá Park, nesta última, que ninho começou a realizar seus primeiros eventos. “Comecei a fazer as minhas festas mesmo no Hércules Maymone, com a galera da escola mesmo. Eu alugava aquele Shopping Vest, lá na 14 [de julho], onde hoje é o jornal O Estado, lá em cima naquele 4º andar. Lá eu fazia umas festas de DJ e comecei a ganhar dinheiro. Foi dali!”, lembrou.

Ninho considerou que sua ligação com o setor de eventos partiu justamente de seus pais Linesio Teixeira da Silva (Li Teixeira, da dupla Liteixeira e Vanderlei) e da mãe Dilcena Gomes Teixeira. “Meu pai fazia eventos lá antes, eu via ele fazendo eventos, minha mãe ficava na bilheteria. Eu cansei de dormir na bilheteria, bem criança eu meu irmão num colchãozinho, rompendo a madrugada. Meu pai tocava e cantava, era compositor... Eu aprendi olhando ele”.

Sobre o gênero no qual se destacou, o sertanejo, Ninho acredita que está também conectado com suas influências da infância. “Meu pai fazia evento desde quando não existia o Tradição, era Santo Chão, o Michel [Teló] tocava no Santo Chão... Meu pai fazia muito evento... Teodoro e Sampaio, Milionário e José Rico, meu pai era muito amigo do José Rico; Gilberto e Gilmar, Leo Canhoto e Robertinho... Todos os caras do sertanejo-raiz mesmo, eram amigos dele e eu via isso em casa”, apontou.

Ninho ganhou notoriedade como empresário em 2003, ao lançar a dupla de sucesso nacional “Jads e Jadson”. “Conheci o Jads e Jadson em 2002, lancei eles em 2003 e estou com eles até hoje. São 20 anos”.    

Jads e Jadson com Ninho durante a gravação do Clipe Na Riqueza e na Pobreza na Basílica em Aparecida do Norte em fevereiro de 2021. Foto: Redes  Jads e Jadson com Ninho durante a gravação do Clipe Na Riqueza e na Pobreza na Basílica em Aparecida do Norte em fevereiro de 2021. Foto: Redes  

Depois disso, consolidou-se como empresário de grandes nomes da música sertaneja como: Munhoz & Mariano, João Carreiro, Patrícia & Adriana, Fred & Victor, Thiago e Miguel, Davizera e Georgia Castro.

Ninho em show de Rodeio no interior de São Paulo em 2020 com Munhoz e com Mariano. Foto: Redes Ninho em show de Rodeio no interior de São Paulo em 2020 com Munhoz e com Mariano. Foto: Redes 

Em 2022, impulsionado por amigos e artistas inconformados com as políticas para o 3º setor, Ninho disputou pela 1ª vez cadeira de Deputado Estadual, pelo PODEMOS, tendo recebido 6.043 votos, ficou na suplência da legenda.  

Completando 42 anos neste sábado, Ninho recebeu mensagens de carinho de diversos famosos da música, entre eles o astro Gusttavo Lima, que encaminhou um vídeo chamando Ninho de 'grande irmão'. Veja abaixo:  

Em 2023,  o empresário fala em expansão na música e mantém os planos na carreira política pública. "Recebi vários convites [de partidos]... Graças a Deus tenho um certo prestígio no meio artístico musical, e agora consegui um respeito no meio da política, pois hoje me veem com outros olhos. Eu estou feliz. Foi uma experiência muito boa a minha campanha”, finalizou.