17 de abril de 2021
Campo Grande 31º 20º

Aedes Egypit

Focos do mosquito Aedes Egypit poderão gerar multa de até R$ 4,400

Os sul-mato-grossenses  poderão ser multados em até R$ 4,400 se em seus imóveis ou terrenos forem encontrados focos do mosquito Aedes Aegypti, transmissor das da dengue, chikungunya e do zika vírus. Um Procedimento de Apuração Preliminar (PAP) foi instaurado nessa segunda-feira (11) para encontrar e notificar esses responsáveis.

Segundo o Defensor Público Amarildo Cabral, que atua na área do meio ambiente, os proprietários ou inquilinos serão notificados e receberão um prazo para fazer a limpeza do local.

 “Caso a situação não seja regularizada, será ajuizada uma ação coletiva contra os particulares. A pena pode ser o pagamento de multa de até cinco salários mínimos e a responsabilização por crime de desobediência, cuja detenção é de quinze dias a seis meses”, explicou.

Quem desejar denunciar uma pessoa ou local com possível infestação doAedes Aegypti pode procurar a Defensoria Pública na Unidade Centro, localizada na Rua Antônio Maria Coelho, nº 1668. O prazo de conclusão do PAP é de 45 dias, admitindo-se prorrogação.