27 de setembro de 2021
Campo Grande 33º 22º

"NOVELA"

Justiça anula edital do concurso para Peritos Criminais temporários em MS

A decisão estava suspensa por liminar desde junho

A- A+

A Segunda Seção Civil do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul deferiu nesta 2ª-feira (14.dez.2020) a anulação do edital número 1/2020 para processo seletivo simplificado, que visava a contratação de Peritos Criminais Temporários. A decisão foi dada em mandado de segurança impetrado pela Associação Brasileira de Criminalística (ABC) e pela Associação dos Peritos Criminais Federais (APCF) contra ato da Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização do Estado de Mato Grosso do Sul e da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul. A decisão estava suspensa por liminar desde junho.  

De acordo com o presidente da ABC, Leandro Lima, a decisão era esperada. “A contratação temporária de Peritos Criminais, além de ilegal, é absurda, tendo em vista que a lei exige concurso público e os laudos produzidos pelos Peritos Criminais acompanham os inquéritos e processos criminais por anos, muitas vezes por décadas, e este pseudo-servidor não mais faria parte dos quadros do Estado, nem como aposentado”, afirma. “Esperamos que esta acertada decisão do TJMS sirva de exemplo para que nenhum outro estado tente usar tal subterfúgio para burlar o princípio do concurso público e desvalorizar a Perícia Criminal”, reforçou ele, lembrando que só com aprovação em concurso público é possível se tornar Perito Criminal. 

No final do primeiro semestre, o governo estadual abriu o processo para convocação de peritos criminais sem a necessidade de concurso público devido a falta de peritos na região, que chegou a 65%. Dados do Sindicato dos Peritos Oficiais Forenses de Mato Grosso do Sul (SINPOF-MS) revelam que o estado tem apenas um terço do número de peritos criminais que seriam necessários.  

De acordo com os argumentos apresentados pela ABC, o edital estava em desacordo com as normas gerais federais que disciplinam a atividade dos Peritos Oficiais de Natureza Criminal, previstas no Código de Processo Penal e na Lei 12.030/2009, que estabelece a sujeição a regime especial de trabalho, bem como a exigência de concurso público para contratação desses profissionais, observada a legislação específica do ente a que se encontram vinculados. 

O SERVIÇO 

Mato Grosso do Sul está em segunda posição no ranking dos estados brasileiros que mais esclarecem homicídios com 67% dos casos resolvidos. Atrás apenas do Distrito Federal com 92%. Os dados são do levantamento “Onde Mora a Impunidade” divulgado pelo Instituto Sou da Paz, e levam em consideração somente o percentual de investigações de mortes violentas.

Porém, os índices de esclarecimentos de Mato Grosso do Sul, que leva em consideração todos os casos registrados, são superiores a 70%.

Conforme o Atlas da Violência 2020, MS também é um dos estados mais seguros do país, com expressiva redução de mortes nos últimos anos. Dados do Instituto Brasileiro de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, mostram que os homicídios caíram 14,3% em Mato Grosso do Sul de 2017 para 2018. O Estado aparece no Atlas de 2020 com a sexta melhor taxa de mortes violentas do Brasil.