22 de maio de 2024
Campo Grande 24ºC

DIA DAS MULHERES

Marluci Brasil e Sônia Ruas Rolon: vozes femininas abrindo caminhos

Há anos elas brigam pela cidadania e contra a cultura machista em MS

A- A+

A luta das mulheres por seus direitos fundamentais não é de hoje. Vem de épocas em que vontades mais simples, como as de melhores salários ou votar nas eleições, eram impedidas por leis restritivas e arcaicas. Porém, nem todas se curvavam à cultura machista e algumas foram protagonistas de feitos com alta relevância histórica em favor da afirmação de gênero.

Em Mato Grosso do Sul, as artes e a comunicação tiveram duas destas mulheres que colocaram coragem e talento a serviço de uma sociedade mais justa e igualitária: Marluci Brasil e Sônia Ruas Rolon. Elas contribuíam com a realização destes sonhos e foram fundamentais, escrevendo e declamando poesias; dançando, pintando, compondo, usando todas as possibilidades que as artes ofereciam.

Agora, décadas depois, Marluci e Sônia continuam na mesma batida pela cidadania. Comunicadoras, artistas, semeadoras de conhecimentos e fomentadoras de consciências livres, inspiram outras gerações na saudável perspectiva da evolução cidadã. Entre outras intervenções, voltam a ocupar uma das antigas trincheiras: o rádio. 

Marluci e Sônia estão confirmadas para atuar na reedição do "Janela Aberta Para a Cidade", um programa de crônicas escritas pelo poeta Clio Proença e foi transmitido por emissoras de rádio de Corumbá nos anos 1960-70. Agora, a transmissão será pelas rádios Fronteira e Pantanal, nos programas dos radialistas Jonas de Lima e Joel de Souza. Além das duas mulheres, a leitura das crônicas conta também com os radialistas Admir Lobo, Gino Rondon e Edson Moraes, autor dos textos.