19 de maio de 2024
Campo Grande 20ºC

LAZER

O melhor do turismo no Oriente Médio

A- A+

Um destino muito interessante para curtir suas próximas férias pode ser o Oriente Médio. A região possui uma rica bagagem cultural, bastante diferente daquela vista no ocidente, além de sua importância histórica.

A primeira informação a saber é que o Oriente Médio diz respeito a uma região de países que estão na Ásia, África e Europa. São eles: Arábia Saudita, Bahrein, Catar, Chipre, Egito, Emirados Árabes, Iêmen, Israel, Irã, Iraque, Jordânia, Kuwait, Líbano, Omã, Palestina, Síria e Turquia. O clima costuma ser seco e desértico na maioria destes lugares, portanto, não esqueça de levar roupas leves e confortáveis para passear durante o dia. Outra dica, antes de definir os detalhes de sua viagem, é se informar sobre a melhor época do ano para visitar o local desejado. Para quem não está acostumado ao clima desértico, o indicado é agendar sua estadia para os meses de clima mais ameno. Ainda considerando as condições climáticas, apesar do intenso calor durante o dia, as noites no deserto são bastante frias, portanto, não esqueça de incluir um agasalho em sua bagagem.

Quem nunca viajou para a região e deseja conhecer um pouco sobre a cultura árabe, pode ficar confuso ao descobrir que tantos países fazem parte do Oriente Médio. Antes de definir todos os detalhes de sua estadia, é preciso pesquisar pelos locais mais indicados e os mais procurados pelos turistas. Os queridinhos são o Egito, Líbano, Dubai, Jordânia e Jerusalém. Não há mistério sobre os motivos de tantas viagens para o Egito. O país africano é mundialmente conhecido pelas construções faraônicas, documentos e artefatos da época de sua antiga civilização. É possível visitar museus, tumbas, as famosas pirâmides de Gizé, entre outros lugares carregados de história. Um fato a se considerar é que o país continua realizando buscas por cidades e tumbas antigas, uma vez que ainda há muito a ser descoberto. Recentemente, uma antiga cidade romana, na região de Luxor, foi encontrada durante escavações. Outra novidade adicionada ao extenso acervo de objetos do Antigo Egito é um papiro de 16 metros, com trechos do Livro dos Mortos. A revelação sobre a descoberta do papiro aconteceu no início deste ano de 2023, provando que o país ainda tem muitas relíquias a serem encontradas.

Outro destino muito procurado por turistas é a capital de Israel, a cidade de Jerusalém. Considerada o berço da civilização oriental, a cidade é um roteiro religioso imperdível, para conhecer lugares mencionados na Bíblia. Três religiões consideram a cidade como sagrada: o cristianismo, o judaísmo e o islamismo. Entre os passeios a se fazer em Israel estão a visita à Cidade Antiga, que é um Patrimônio Mundial da Humanidade tombado pela UNESCO. Entre os lugares importantes a se ver na Cidade Antiga estão a Basílica do Santo Sepulcro, o Muro das Lamentações e o Monte do Templo. A Basílica do Santo Sepulcro é um templo localizado na região em que, segundo a tradição, Jesus teria sido crucificado e sepultado, ressuscitando após três dias. O Muro das Lamentações tem muita importância para o judaísmo, sendo a parte restante do que foi o Segundo Templo, no qual acreditava-se que Deus vivia presente. Desde então, judeus peregrinam até as ruínas deste templo, lamentando que tenha sido destruído. Muitos turistas deixam ali suas preces, considerando que serão ouvidas por Deus. O Monte do Templo é um local sagrado para o judaísmo e o islamismo. Segundo a tradição, foi naquela área, na rocha conhecida como Pedra Fundamental, que Abraão se preparou para sacrificar seu filho e Maomé ascendeu aos céus. O local também teria sido a escolha de Salomão para edificar o Primeiro Templo, que guardava a Arca da Aliança. A rocha conhecida como Pedra Fundamental está dentro do que hoje se chama Domo da Rocha, cuja cúpula é feita em ouro. Ainda que os não-muçulmanos sejam proibidos de entrar dentro do templo, é possível admirar o esplendor da área externa da construção.

Outro país ideal para quem gosta de história é o Líbano. São mais de 7 mil anos de registros, desde os fenícios, até o domínio francês, que só acabou com a independência libanesa. O Líbano se desenvolveu como um grande centro turístico, cheio de museus, castelos, sítios arqueológicos, resorts e uma infinidade de atividades para agradar a todos os visitantes. O país sofreu influência de diversas culturas, como a persa, grega, turco otomana, assíria, fenícia e bizantina. A diversidade cultural pode ser observada na arquitetura e na rica gastronomia local. A culinária utiliza muitas verduras, vegetais e especiarias exclusivas, fazendo com que a experiência de provar sabores típicos libaneses seja algo primordial.

A Jordânia é um ponto estratégico para negócios e também um dos países considerados mais seguro no Oriente Médio. Nela está localizada a cidade de Petra, uma das sete maravilhas do mundo moderno, construída em um desfiladeiro, com túmulos e templos esculpidos nas pedras há mais de 2 mil anos. Para os turistas, há passeios pelo deserto, como safáris, escaladas e caminhadas. O Rio Jordão, um local importante para os cristãos, em que teria ocorrido o batismo de Jesus, fica na fronteira entre a Jordânia e Israel. Outro ponto turístico a ser visitado no país é o Mar Morto, situado a 430 metros abaixo do nível do mar, com alta salinidade. As belezas naturais da Jordânia podem ser apreciadas em Wadi Mujib, uma reserva natural com um cânion, próxima ao Mar Morto. Já o deserto de Wadi Rum é um convite a admirar a noite estrelada ou fazer passeios de camelo. Além da riqueza histórica e natural, a Jordânia permite que os turistas desfrutem de modernos e luxuosos resorts.

Por fim, um destino a se considerar no Oriente Médio é a cidade de Dubai, pertencente aos Emirados Árabes. Ela é conhecida por suas construções luxuosas e ousadas, como o Burj Khalifa, atualmente o arranha-céu mais alto do mundo, com 828 metros de altura. Outra estrutura imponente que se destaca na paisagem de Dubai é o Cayan Tower, anteriormente chamado de Infinity Tower, e que, além de ser um edifício bastante alto, foi construído de forma a parecer que gira 90 graus em seu próprio eixo. Mas a cidade permite passeios mais tranquilos e afastados da badalação. Os turistas podem curtir praias mais distantes da movimentação urbana ou praticar esportes, como vôlei de praia, surf, paddleboarding e passear de caiaque. Quem se interessa por plantas e flores tem a chance de conhecer belos jardins. O Dubai Miracle Garden tem 6 mil m² e apresenta 150 milhões de flores. Outro jardim, o Dubai Buttlerfly Garden, apresenta 26 espécies diferentes de borboletas e conta com 15 mil exemplares em suas dependências, permitindo que os visitantes caminhem entre elas, vivenciando uma experiência única. Na cidade pode-se adquirir pacotes de safari pelo deserto ou alugar iates incrivelmente luxuosos que tenham capacidade para embarcar mais de 100 pessoas. Os safaris pelo deserto contam com variadas opções de roteiro, sendo alguns deles diurnos e outros noturnos. Pode-se realizar o passeio de camelo ou utilizar veículos como quadriciclos, buggys, sandboards ou carros 4x4. Ao final do trajeto é comum que haja apresentações de dança, música e jantares.

Sempre é importante lembrar que, independente do destino escolhido, fazer um seguro de viagem é primordial. Esteja prevenido contra imprevistos e acidentes contratando essa garantia e aproveite com segurança todas as comodidades e a bagagem cultural que o Oriente Médio oferece. Além disso, planeje seu roteiro com antecedência, para não esquecer de nenhum ponto turístico relevante em seu caminho ou ficar sem tempo para aproveitar todas as atividades que desejar. Conhecer o Oriente Médio é uma experiência impressionante, apresentando muita riqueza cultural, belezas naturais e um acervo gigantesco sobre a história da humanidade. Ao visitar estes países entendemos muito sobre a influência das civilizações antigas em nossa sociedade atual e compreendemos todo o fascínio que elas exercem até hoje.