27 de setembro de 2021
Campo Grande 34º 22º

ASSEMBLEIA

Quem tira do poder? Pastor se casa com ex-amante e volta à presidência da ADM

Apesar de dar as palmadas nas nádegas da ex-amante agora atual esposa, Dionísio chegou a dizer que não cometeu pecado algum e nega escândalos

A- A+

O pastor Antônio Dionízio, líder da igreja Assembleia de Deus Missões em Mato Grosso do Sul, e presidente da COMADEUR, casou-se às pressas com a ex-amante após polêmica e divulgação do vídeo em que dá tapas na bunda da mulher. Ele voltou à presidência da Igreja em questão.

Mas o retorno do pastor foi marcado por muita revolta por parte dos membros da igreja, que lamentaram todo o escândalo provocado pelo tal vídeo.

Cego pelo poder, Dionízio não está preocupado com críticas e chegou a fazer post ‘tirando onda’ na página do Facebook. “Eu sobrevivi a 2020! E para 2021 gratidão”.

Quer mudar estatuto da igreja

Mesmo com o vídeo, mesmo com a ex-amante confirmando que era o pastor Dionízio no vídeo, ele afirmou que o vídeo em questão foi manipulado e de forma alguma assumiu o pecado para a igreja. Ele chegou a dizer que não cometeu pecado algum e nega escândalos.

O site Conttei.com diz que o pastor tentou mudar o estatuto da igreja durante culto no último domingo (10). O portal não deu detalhes sobre qual seria a mudança apresentada.

“Durante o culto o pastor Antonio Dionízio negou que tenha estado em pecado com a cantora gospel, alegando que agora está casado. Vale lembrar que o casamento foi realizado às pressas e às escondidas, com apenas meia dúzia de fiéis parceiros. O que chamou a atenção de um dos fiéis, foi uma papelada que Antonio levou para o culto, que dava conta de uma mudança no estatuto da igreja. Mas como não tinha pessoas suficientes para a votação, o mesmo cochichou com alguns apoiadores e recuou,” disse.

O CASO

O pastor presidente da Assembleia de Deus Missões, Antônio Dionizio, de 70 anos, foi flagrado passando a mão na bunda da "amante". Um vídeo publicado mostra o momento em que o líder máximo da igreja aperta as nadegas e da uns tapinhas nela.

O vídeo repercutiu nas redes sociais e causou uma enorme revolta entre os fiéis da igreja, que na noite dessa 2ª-feira (19.out) tomaram a vez após o culto e se manifestaram contra o pastor.

Em um vídeo é possível ouvir o desabafo de uma mulher que fala no altar. Ela relatou o que adolescentes lhe perguntaram, "Tia a senhora viu o vídeo que tá rolando? E eu, o quê meu filho? e ele falou assim; tia como o nosso pastor está passando a mão na bunda da menina? me desculpem falar isso!", disse a mulher em tom de desabafo.

Conforme o site Conttei, em 2016 surgiram boatos entre os membros da Assembleia, sobre o envolvendo do pastor Presidente das Assembleias de Deus em Campo Grande e a cantora G.M.S. de 39 anos, como sendo ela a possível amante de Antonio Dionizio.

Um membro da igreja teve a coragem de usar seu perfil no Facebook para publicar sua experiência na igreja e com a tal amante do Dionízio.