17 de abril de 2024
Campo Grande 21ºC

AGRONEGÓCIO

Surge em Costa Rica o primeiro núcleo Agroligadas de Mato Grosso do Sul

Objetivo é conectar o campo e a cidade por meio da educação e da comunicação

A- A+

O movimento Agroligadas inaugurou o seu primeiro núcleo do estado, em Costa Rica, na Região Norte de Mato Grosso do Sul.  

De acordo com as integrantes do núcleo, o objetivo é conectar o campo e a cidade por meio da educação e da comunicação, e com uma equipe formada exclusivamente por mulheres. “Elas promovem ações que geram conexões, levando informação de qualidade e distribuindo conhecimento para quem não possui um contato direto com a zona rural”, explicam em uma release enviado à imprensa. 

“No nosso primeiro encontro reunimos mais de 80 pessoas de diversos setores da sociedade para apresentar o movimento, e convidar as mulheres presentes para caminharem conosco nessa nova empreitada”, contou a diretora Administrativa do Agroligadas de Costa Rica, Márcia Gazoni ao relembrar o lançamento do movimento em julho de 2023, no Sindicato Rural.

A coordenadora Regional do Agroligadas, Thays Felício, avaliou que o surgimento desse grupo de mulheres é um marco para Costa Rica: “Já que não se tem notícia de outro grupo como este, composto apenas por mulheres, a frente desse setor pujante, que é o Agronegócio. Ademais, fomos o primeiro núcleo das Agroligadas aqui no Estado de Mato Grosso do Sul a ser oficialmente lançado”, considerou. 

Conforme a vice coordenadora Emilie Laborde, em 6 meses de atuação, elas executaram ações como o plantio de mudas, em comemoração ao dia da árvore, com espécies doadas pelo Viveiro Pingo de Ouro, dentre outras:  “Realizamos palestras sobre o Boi e seus Subprodutos nas escolas estaduais José Ferreira da Costa, Santos Dumont, e também para as crianças da Coopecri. Nesta ação das escolas impactamos mais de 300 crianças e adolescentes, falando sobre temas do Agronegócio”, explicou. 

“Também estivemos reunidas com Agroligadas do núcleo de Costa Rica e Região, e ainda, participamos de um evento na cidade de Cuiabá/MT. Na ocasião tivemos a oportunidade de estreitar laços com demais mulheres atuantes no setor, e nos capacitarmos, trazendo para nossa Região novas ideias”, complementou a diretora de Projetos Josiane Rezende.

A diretora de Comunicação do Agroligadas, Andressa Biata, convidou a Região Norte bem como todo o Estado de Mato Grosso do Sul a ficarem ligados na agenda 2024 que está cheia de novidades. “Venha você também, ligar o campo e a cidade”!

“Nós promovemos ações baseadas nos pilares da educação e da comunicação para que as pessoas conheçam o campo de verdade, de maneira real. É o amor pelo agro que nos move”, enfatizou Dinair Gomes que é diretora Financeira do Agroligadas de Costa Rica.

AGROLIGADAS

É um movimento de mulheres ligadas ao Agro, com o propósito de ser ponte entre o campo e a cidade, por meio de ações de educação e comunicação, com o intuito de promover e incentivar a cultura positiva do Agro.

Agroligadas é um movimento independente, sem fins lucrativos, composto por mulheres ligadas ao agronegócio, como: rodutoras rurais, engenheiras agrônomas, pecuaristas, esposas de produtores, sucessoras familiares, profissionais ligadas ao setor e líderes das instituições do Agro, todas com a vontade única de fazer a diferença e criar novos cenários.

Fundado em 2018, a iniciativa nasceu em Mato Grosso e hoje está presente em outros estados como: Mato Grosso do Sul, Bahia, Roraima, Paraná, São Paulo, Rio Grande do Sul, entre outras. As cidades em que o Agroligadas está presente possuem um núcleo com coordenadoras e replicadoras preparadas para conduzir os projetos aplicados.