08 de maro de 2021
Campo Grande 30º 20º

VACINA

Vacinação contra covid-19 chega a maternidade Cândido Mariano

Um total de 100 doses que serão destinadas aos profissionais da  instituição

A Maternidade Cândido Mariano vai receber, na manhã desta sexta-feira,  22 de janeiro, o primeiro lote de vacinas contra a covid-19, com um  total de 100 doses que serão destinadas aos profissionais da  instituição. E para celebrar a chegada dos imunizantes, está marcada  uma cerimônia simbólica para a aplicação das primeiras  doses da CoronaVac.

A primeira pessoa a ser vacinada é a técnica de enfermagem Maria  Eugênia Arguelho Morel, de 64 anos, natural de Bela Vista, interior de  Mato Grosso do Sul. Em seguida, a técnica de enfermagem Sergina  Plácida dos Santos, de 59 anos, nascida na cidade de Nioaque, também  receberá a primeira dose da CoronaVac no hospital.

No total, neste primeiro momento, serão aplicadas as 100 doses de  vacinas que vão ser recebidas no lote inicial enviado pelo  carregamento para a Maternidade Cândido Mariano na manhã desta  sexta-feira. O público-alvo seguirá o plano de vacinação do Ministério  da Saúde, que privilegia os profissionais de saúde que estão na linha  de frente do combate à doença no hospital.

Durante a cerimônia de oficialização da primeira etapa de vacinação  contra covid-19, estarão presentes o presidente da Maternidade, Cezar  Luiz Galhardo, o vice-presidente, Antônio Carlos Martins Filho, o 1º  Tesoureiro, Jesusmar Modesto Ramos e os demais diretores. Participará  também o secretário municipal de Saúde, José Mauro Filho e a equipe da  Secretaria Municipal de Saúde (Sesau).

“Esse vírus mudou os planos de toda a população mundial. Em 2020 não  pudemos mais abraçar, foi algo terrível, que afastou famílias e  destruiu mais de 200 mil vidas só no Brasil. Porém, com a chegada das  vacinas, começa agora um novo momento combate à covid-19. Me sinto  muito feliz por isso”, disse o presidente da Maternidade, Cezar Luiz  Galhardo.

Vale ressaltar que a Maternidade Cândido Mariano não é um hospital  referência no atendimento a covid-19. Ou seja, as pacientes que buscam  atendimento na instituição e testam positivo para o novo coronavírus  são acolhidas e em seguida encaminhadas para as unidades de saúde onde  possam receber o tratamento adequado.