14 de junho de 2024
Campo Grande 30ºC

Encerra hoje a Operação Brasil Integrado na fronteira

A- A+

Teve início na terça-feira e se encerra hoje a Operação Brasil Integrado, que une as forças de segurança estaduais e federais, como Exército, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Estadual, Receita Federal e Polícia Militar. A operação tenta coibir o contrabando de armas, tráfico de drogas e outros crimes transfronteiriços. Além dos órgãos citados, Corpo de Bombeiros, DOF (Departamento de Operações de Fronteira), Marinha, Aeronáutica e organismos de segurança de países vizinhos também apoiam a operação deflagrada pelo GGI-Fron (Gabinete de Gestão Integrado de Fronteira). De acordo com o site Diário Corumbaense, no ponto Esdras, fronteira de Corumba – distante 444 quilômetros de Campo Grande – com a Bolívia, a fiscalização é feita por meio de abordagens de pessoas e vistorias em veículos. “O objetivo é combater a entrada de produtos ilícitos, drogas e também o contrabando de roupas e material excedente já que a gente está em uma área de fronteira e há uma cota de importação por pessoa”, falou ao Diário Corumbaense o tenente Fagundes, do Exército Brasileiro. Cães farejadores também ajudam policiais e militares na fiscalização. Além de Corumbá, outras regiões de fronteira, como Ponta Porã – distante 346 quilômetros de Campo Grande - também se mobilizaram com a operação. Ponta Porã faz fronteira como Paraguai. Após o término da operação,  policiais à paisana continuarão com as ações nas cidades de fronteira. Tayná Biazus