13 de agosto de 2022
Campo Grande 30º 15º

TENSÃO MILITAR MUNDIAL

Após 'iniciativa russa', China ameaça e Taiwan se prepara para a guerra

No domingo, 4 aeronaves militares chinesas invadiram o espaço aéreo de Taiwan

A- A+

Estimulados pelo autocrata russo, Vladimir Putin, a China passou a ameaçar a ilha de Taiwan – governada de forma independente desde 1949. Nesta segunda-feira (25.jul.22), os taiwaneses realizaram um exercício de ataque aéreo.

A intenção, de acordo com, a Reuters é para treinar a população como agir em um eventual ataque chinês.

De acordo com a agência, as sirenes soarem às 13h30 do horário local. Além do alarme, uma mensagem de texto foi enviada para os moradores pedindo para que evacuassem as ruas.

Bares e restaurantes receberam recomendações para desligarem as luzes, fecharem persianas e portas como forma de evitar serem alvos de ataques noturnos.

O exercício foi batizado de Wan An, que significa paz eterna. Depois do treinamento, o prefeito de Taipei, capital tailandesa, Ko Wen-je, disse em discurso que “é necessário fazer preparativos em caso de guerra”. Ele mencionou o conflito na Ucrânia como uma razão para se manterem vigilantes mesmo “em tempos de paz”.

SINAIS DA GUERRA

Avião de combate chinês J-16. (foto MND)Avião de combate chinês J-16. (Foto: MND)

O Ministério da Defesa Nacional de Taiwan (MND) informou que 4 aeronaves militares chinesas entraram na zona de identificação de defesa aérea de Taiwan (ADIZ) no domingo (24.JUL.22), um dia antes de Taiwan lançar uma série de exercícios militares e exercícios de ataque aéreo. 

Às 18h53, o MND anunciou que uma aeronave militar da Força Aérea do Exército de Libertação Popular (PLAAF) infringiu o ADIZ de Taiwan. A aeronave foi identificada como uma aeronave de guerra antissubmarino Shaanxi Y-8 (Y-8 ASW), dois caças Shenyang J-16 e uma aeronave de reconhecimento tático Y-8 (Y-8 RECCE).

O Y-8 RECCE e os J-16 voaram pelo canto sudoeste do ADIZ, entre a borda sudoeste da linha mediana e as Ilhas Dongsha. No entanto, o Y-8 ASW voou em uma faixa muito mais ampla que ia do canto sudoeste do ADIZ ao canto sudeste e voltava.

O MND disse que respondeu enviando aeronaves de patrulha de combate, emitindo alertas de rádio e implantando sistemas de mísseis de defesa aérea.

As invasões ocorreram na véspera do exercício militar anual Han Kuang de Taiwan (漢光演習), uma série de jogos de guerra que incluem manobras de tiro real realizadas de 25 a 29 de julho, e o exercício Wan An (萬安演習), um exercício simulando um ataque aéreo chinês ocorrendo de 25 a 28 de julho.