16 de abril de 2024
Campo Grande 24ºC

Defesa Civil mantém interdição da Estação da Luz após incêndio em museu

A- A+

A Defesa Civil de São Paulo decidiu hoje (23) manter a interdição da Estação da Luz até que sejam feitas obras para garantir a segurança do edifício. O terminal de trens e metrô, na região central da capital, fica no mesmo edifício do Museu da Língua Portuguesa, parcialmente destruído por um incêndio na segunda-feira (21).

A decisão do órgão municipal foi tomada com base no relatório do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), encomendado pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), além da avaliação feita por engenheiros da prefeitura. Com a decisão, continua interrompido o tráfego de trens pela estação, que é ponto final da Linha 11 (Coral), que interliga os municípios a leste da Grande São Paulo, e da Linha 7 (Rubi), que vai na direção noroeste da metrópole.

As linhas 1 (Azul) e 4 (Amarela) do metrô, que passam pela estação, funcionam normalmente. No entanto, para fazer a interligação entre o trem e o metrô, os usuários agora devem usar as estações Barra Funda ou Brás e seguir pela Linha 3 (Vermelha).

Entre as exigências acordadas entre a Defesa Civil e a Secretaria Estadual de Transportes Metropolitanos está a retirada dos escombros do incêndio do interior da estação. Também deve ser feito o escoramento da parede interna, contígua à plataforma, e retirada das estruturas de madeira que fazem pressão em outras paredes que estão em risco. O tráfego de veículos na via que passa em frente a estação também está proibido.

Ontem (22), chegaram a ser feitos testes com trens sem passageiros passando pelos trilhos do terminal. Estava sendo avaliada a possibilidade de que, em um primeiro momento, os trens com passageiros apenas passassem pela estação, sem parar.

As causas do incêndio estão sendo investigadas pelo 3º Distrito Polícial da capital.