20 de abril de 2021
Campo Grande 32º 19º

ESPAÇO

"Estrela de Belém" evento que ocorrerá no espaço e poderá ser visto da Terra

'Gigantes do espaço' estarão alinhados em fenômeno que não acontece há 800 anos. Vai se repetir no dia 21 de dezembro de 2020

O céu noturno de dezembro promete ser especial para os apaixonados pela astronomia uma vez que Júpiter e Saturno formarão aquilo que é conhecido como ‘Estrela de Belém.

Como nota o Observatório Astronômico de Lisboa, o alinhamento dos dois planetas será bem visível entre os dias 16 e 21 de dezembro sob forma de um grande ponto brilhante no céu. Os interessados poderão observar o fenômeno com um pequeno telescópio ou até um par de binóculos.

O alinhamento será particularmente visível nos primeiros minutos após o anoitecer, com o ponto máximo a ocorrer precisamente no dia 21 de dezembro em pleno solstício de inverno.

A conjunção é rara porque cada planeta demora um tempo diferente para girar em torno do astro-rei. A Terra, por exemplo, leva um ano para dar uma volta completa. Já os planetas Júpiter e Saturno levam cerca de 12 e 30 anos respectivamente.

Apesar dos planetas parecerem próximos, astrônomos explicam que, na verdade, estão a 700 milhões de distância.

Júpiter e Saturno são os maiores planetas do Sistema Solar. São também os planetas que possuem mais luas.

Ontem, (14.dez) ocorreu um eclipse solar total às 13h (horário de Brasília) visto no Brasil com fim às 14h53.