24 de setembro de 2021
Campo Grande 36º 21º

CRUELDADE | PERU

Homem que arrombou porta e matou mulher quando ela fazia sexo é preso; era ex-marido

Suspeito desferiu ao menos 39 facadas contra a empresária e mais 6 facadas contra o atual companheiro da vítima; saiba tudo sobre o crime

A- A+

É a empresária Fiorela Liseth Díaz, de 32 anos, a mulher assassinada a facadas em vídeo que circulava desde o dia 23 de julho nas redes sociais no Brasil sem devida origem. O homem que invadiu o quarto é ex-marido da vítima, Elmer Lucano Llanos, de 33 anos, que foi preso horas após o crime. A mulher morava no distrito de Guadalupe, província de Pacasmayo em La Libertad, no Peru, local onde era dona da "Avícola El Buen Pollo", muito querida na cidade.  

O MS Notícias noticiou sobre a possibilidade de o vídeo do crime não ser recente, porém, segundo apurado pela reportagem, de fato o crime aconteceu recentemente na América Latina.  

De acordo com a mídia peruana, às 1h18 de 18 de julho, a empresária fazia sexo em sua casa com o atual companheiro, Jorge Ernesto Colchado Malca, de 39 anos, quando o suspeito arrombou a porta do quarto e desferiu 6 facadas contra Jorge, que reagiu e escapou com vida. Já a Fiorela, foi atingida por mais de 27 facadas e morreu ainda no local.

VEJA O VÍDEO DO CRIME AQUI (CLIQUE).  

Após o crime, o suspeito tentou fugir para a cidade de Hualgayoc, na região de Cajamarca, em uma motocicleta dirigida por seu primo Salomón Llanos Cieza, de 26 anos, que também foi preso. “A Polícia Rodoviária recebeu na madrugada de domingo um alerta da Polícia do município de Guadalupe e alertamos todas as nossas unidades em todo o país sobre o femicídio ocorrido e o autor (que) estava em fuga”, disse o Coronel Manuel Elías Lozada, cabeça de estradas, para La República.

Tentou escapar a bordo de uma motocicleta linear com placa 9789-TM . Foto: Reprodução Tentou escapar a bordo de uma motocicleta linear com placa 9789-TM . Foto: Reprodução 

Parentes, vizinhos e amigos da vítima, pedem prisão perpétua para o assassino.

FILHOS - O sujeito tinha dois filhos com a vítima. As crianças estavam na casa e dormiam no momento do crime. O homem confessou o crime hediondo: “Fui à minha casa e o encontrei com outro homem. Eu não sei, fiquei cego e ataquei. Estou arrependido. Meus filhos ficarão sozinhos ”, disse o criminoso à mídia peruana.

HISTÓRICO -  Elmer possui diversas passagens pela policia, com denúncias de violência física e psicológica contra Fiorela. 

Familiares da empresária afirmaram que ela não recebeu a proteção da justiça, que apesar das garantias e medidas restritivas, ela não teve a proteção necessária. “Fiorella presente e exigimos justiça”, com essas palavras seus familiares, amigos e vizinhos deram o último adeus à empresária, durante seu enterro.