13 de junho de 2024
Campo Grande 22ºC

Ibope confirma vantagem de Dilma sobre Aécio

A- A+

A pesquisa Ibope/Estado/Globo mostra, pela primeira vez no 2.º turno, a candidata do PT à presidência, Dilma Rousseff,(PT) liderando sozinha a corrida eleitoral. A pesquisa foi divulgada há pouco pelo jornal Estadão. Dilma aparece com 54% dos votos válidos contra 46% do candidato do PSDB, Aécio Neves. A diferença de oito pontos entre eles está além da margem de erro da pesquisa, que é de dois pontos. Além disso, a inércia é favorável à petista: ela cresceu e o tucano caiu. Esta é a terceira pesquisa que mostra vantagem de Dilma. Ontem, em pesquisa Ibope/Estadão/Globo, a presidente também aparecia com oito pontos de vantagem assim como na pesquisa divulgada hoje pelo instituto Datafolha.De acordo com a pesquisa Ibope desta tarde, em votos totais, Dilma chegou a 49% contra 41% do tucano. Há 3% de indecisos e 7% de eleitores que pretendem anular ou votar em branco. Em comparação à pesquisa anterior do Ibope, divulgada na quarta-feira da semana passada, Dilma cresceu seis pontos nos votos totais (43% para 49%), enquanto Aécio perdeu quatro pontos (45% para 41%). A diferença de dois pontos veio dos indecisos, que eram 5% e agora são 3%. Não mudou a taxa de brancos e nulos. Um dos pontos a serrem observados na pesquisa é a rejeição do tucano Aécio Neves, que cresceu de 35% para 42% do eleitorado. Já Dilma manteve 36% de eleitores que dizem não votar na petista de jeito nenhum. Na resposta espontânea de intenção de voto, na qual o eleitor diz em quem vai votar sem ver a cartela circular com os nomes dos candidatos, Dilma tem 47% e Aécio, 39%, e 7% do eleitorado optou pelo voto em branco/nulo e 6% se declara indeciso. A nova pesquisa do Ibope foi a campo entre segunda e quarta-feira desta semana. O instituto ouviu 3.010 eleitores em 203 municípios de todas as regiões do país. A margem de erro máxima é de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos, num intervalo de confiança de 95%. Isso significa que, em 100 levantamentos feitos com a mesma metodologia e nas mesmas datas, 95 terão o resultado dentro da margem de erro estimada. A pesquisa foi encomendada pelo Estado  e pela TV Globo. Está registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número BR-01168/2014. Heloísa Lazarini