22 de junho de 2024
Campo Grande 24ºC

Lava Jato: Colunista critica hipocrisia tucana

A- A+

Ilimar Franco, titular do Panorama Político, condena o duplo padrão de julgamento do PSDB em relação aos nomes citados na Operação Lava Jato; "Políticos de PMDB e PT são citados em delações premiadas. Os tucanos batem sem dó, como se todos os citados fossem culpados", diz ele; "Agora que Antonio Anastasia entrou na roda-viva, os tucanos reagem com indignação"; Ilimar se refere a mensagem que recebeu do deputado Marcus Pestana, presidente do PSDB mineiro; "Palavra de meliante não pode ser critério de verdade", diz Pestana; ok, mas e os outros que foram só citados em delações?

Minas 247 - A hipocrisia do PSDB na Operação Lava Jato, que já havia sido apontada pelo 247 (leia mais em  PSDB: bate em Chico, mas não bate em Francisco), foi também duramente criticada pelo colunista Ilimar Franco, titular da coluna "Panorama Político", no jornal O Globo.

"A oposição está deitando e rolando, desde a eleição, com o escândalo Petrobras. Políticos de PMDB e PT são citados em delações premiadas. Os tucanos batem sem dó, como se todos os citados fossem culpados", diz ele. "Agora que Antonio Anastasia entrou na roda-viva, os tucanos reagem com indignação", afirma na nota "A regra do jogo".

Ilimar menciona ainda mensagem que recebeu do deputado Marcus Pestana, presidente do PSDB de Minas Gerais. Eis algumas colocações de Pestana:

"Ele (Anastasia) está muito abalado, arrasado".

"Palavra de meliante não pode ser critério da verdade".

"Jornalismo investigativo tem que buscar provas e evidências".

"Não é justo um cara da integridade dele ser misturado com esse lodaçal de corrupção".

"Estamos indignados! Ele é símbolo de honradez. Querem misturar joio e trigo."

"O estrago na imagem dele está feito".

"Um Jornal Nacional é o bastante para muitas pessoas passarem a olhar diferente para o sujeito."

Ok, mas e os outros que foram apenas citados em delações premiadas, Pestana?

 Brasil 247