18 de abril de 2021
Campo Grande 30º 19º

#LUTO | BANQUEIRO

Migrante, Joseph Safra, homem mais rico do Brasil, morre aos 82 anos

A fortuna do banqueiro era estimada em R$ 119,08 bilhões

Joseph Safra, de 82 anos, fundador do Grupo Safra, morreu de causas naturais nesta 5ª-feira  (10.dez.2020) pela manhã, em São Paulo (SP). Ele era o homem mais rico do Brasil.  

"É com imenso pesar que comunicamos o falecimento, nesta data, do Sr. Joseph Safra, aos 82 anos, de causas naturais", informou a assessoria de imprensa do grupo empresarial.

Conforme ranking da Revista Forbes, a fortuna do banqueiro era estimada em R$ 119,08 bilhões. Ele nasceu em 1938 no Líbano e migrou para o Brasil na década de 1960, para dar continuidade aos negócios de seu pai, construindo os alicerces do grupo empresarial.

O banqueiro veio ao mundo em Beirute, Líbano, e deixou seu país natal para tentar a vida na América Latina, seguindo o ofício de sua família.

Safra foi descendente de uma longa linhagem de banqueiros, que financiavam e faziam o câmbio de moedas e ouro entre mercadores da Europa, Império Otomano, África e a Ásia.

Joseph trabalhou desde cedo no banco de seu pai, que veio a São Paulo para fundar o Banco Safra, hoje a 4ª maior instituição financeira privada do país.

O Safra é o oitavo maior banco privado brasileiro, segundo o Banco Central, com R$ 205,060 bilhões em ativos. Criado em 1967, tem sede na Avenida Paulista, um dos metros quadrados mais caros de São Paulo. Apaixonado por arquitetura, o banqueiro acompanhou passo a passo a construção da nova sede do banco e deu vários palpites.