25 de fevereiro de 2021
Campo Grande 34º 23º

Zika Vírus pode ser o responsável

Ministério da Saúde declara estado de emergência pelo surgimento de novos casos de microcefalia

O ministro da saúde Marcelo Castro, anunciou nesta quarta-feira (11)  estado de emergência para todo território nacional. O motivo da decisão é o surgimentos de vários caos de microcefalia, uma doença que faz com que recém-nascidos nasçam com uma malformação no crânio.

Os casos aumentaram bastante nos últimos meses, especialmente no Nordeste.

"Foram identificados até o momento 141 casos suspeitos de microcefalia em recém-nascidos em 44 municípios de Pernambuco. A média do estado era de cerca de 10 casos de microcefalia por ano", disse Castro.

De acordo com o ministério, parte das mães apresentavam sintomas compatíveis com o do zika vírus, que também é transmitido pelo mosquito Aedes Aegypti, o mesmo da dengue.

 Em mato Grosso do sul, a secretaria estadual de Saúde (SES) confirmou quatro casos de zika vírus em setembro deste ano. No estado ainda não foram registrados casos de recém-nascidos com microcefalia. 

Outras doenças, como o sarampo, rubéola e toxoplasmose, se forem adquiridas durante gestação, também podem provocar essa Malformação congênita do crânio, além de desnutrição grave, exposição a drogas, álcool e exposição a certos produtos químicos, na gravidez.