22 de junho de 2024
Campo Grande 25ºC

Secretários de Estado e donos de gráfica têm prisão decretada

A- A+

A Delegacia Fazendária de Mato Grosso desencadeou, na manhã desta quinta-feira (18), operação Edição Extra, que tem como objetivo desmantelar um suposto esquema que teria lesado os cofres públicos em R$ 40 milhões.

Dois secretários adjuntos de Estado, além de quatro empresários do ramo gráfico, tiveram os mandados de prisão expedidos pela Vara de Ações de Combate ao Crime Organizado. No total, serão cumpridos seis mandados de prisão e outros 16 mandados de busca e de apreensão. A fraude, de acordo com investigações da Polícia Civil, teria ocorrido durante a realização de pregão no ano de 2012 para contratação de serviços gráficos para o Estado.

Nesse momento equipes já se encontraram em frente a dois condomínios de luxo da Capital, onde cumprem as ordens judiciais. No total, 8 delegados, além de 35 policiais e escrivães participam da ação, que conta ainda com apoio do Grupo de Combate ao Crime Organizado (GCCO). A investigação conta ainda com apoio do Ministério Público Estadual (MPE) e também da Auditoria Geral do Estado (AGE)

Midia News