19 de abril de 2021
Campo Grande 31º 20º

Após chuvas, Bernal confirma operação tapa-buraco nas Moreninhas e Nova Lima

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP) visitou pontos da Operação “Tapa-Buraco” nesta sexta-feira (30) e confirmou que a parceria com o exército está próxima de ocorrer, dando continuidade à solução “paliativa” de fechar os buracos da cidade. 

“Eu estou confiante que vamos formalizar essa parceria. Temos uma reunião na quarta-feira (4) com a equipe técnica do exército, vamos levar a nossa estrutura e espero que eles colaborem também nesse projeto. É uma parceria também com a Águas Guariroba que não trás gastos ao tesouro do município e ajudar a melhorar a situação da cidade”, diz Bernal.

A população que passava pela Avenida Bandeirantes de carro e até mesmo a pé, comemorou a operação, muitos até lembraram o vice-prefeito Gilmar Olarte (PP) que está afastado da prefeitura, investigado na Operação Coffee Break. A aposentada Maria Aparecida Lopes de 63 anos parou para falar com nossa reportagem sobre os buracos na avenida. “É muito perigosa essa situação. Nós pagamos impostos caros e merecemos um asfalto de qualidade. Minha neta sempre anda de moto e quando chove eu fico muito preocupada por que ela pode passar por um buraco, quem tem carro também acaba no prejuízo, então temos que cobrar para essa situação ser solucionada logo”, diz a aposentada.

Próximas regiões
De acordo com Bernal, o objetivo é chegar aos bairros mais afetados pelas chuvas. “Agora os próximos locais da Operação Tapa-buraco serão na Rua Brilhante que são as artérias do trânsito. Na próxima semana será nas Moreninhas e no bairro Nova Lima, e vamos continuar organizando a situação da prefeitura, todos sabem que estamos passando por uma crise horrível, sem precedentes devido ao golpe criminoso que ocorreu em Campo Grande”,destacou Bernal. 

Iluminação
Sobre projetos de iluminação pública, o prefeito afirmou que está conferindo vários pontos da cidade para amenizar os problemas e trazer mais segurança a população. “Eu tenho observado algumas vias e percebi que algumas ruas estão às escuras, a Júlio de Castilho, por exemplo, próximo a Polícia Federal, Manoel da Costa Lima, região da Bahia, vamos cobrar da equipe e das empresas para trazer mais segurança à comunidade”.