04 de maro de 2021
Campo Grande 32º 22º

Bancários de MS paralisam atividades em apoio ao movimento nacional

Os bancários de Mato Grosso do Sul estão em greve. Os funcionários aderiram ao movimento nacional e permanecem de portas fechadas nesta terça-feira (6). Agências amanheceram com cartazes informando sobre a greve. A orientação do Sindicato dos Bancários é procurar os terminais de autoatendimento. Conforme a lei, trabalhadores serão mantidos em serviços de compensação.

A greve foi deflagrada após assembleias realizadas na semana passada, segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT).
Segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), os clientes poderão fazer saques, transferências e outras operações por canais alternativos de atendimento, como caixas eletrônicos, internet banking, aplicativos no celular (mobile banking), telefone, além de casas lotéricas, agências dos Correios, redes de supermercados e outros estabelecimentos credenciados.

Reivindicações
Os bancários pedem reajuste salarial de 16% com piso de R$ 3.299,66. A Fenaban apresentou uma proposta de reajuste de 5,5%, com piso de R$ 1.321,26 a R$ 2.560,23. A proposta foi rejeitada pela categoria nas assembleias da última quinta-feira (1). Na última sexta-feira (2), o Comando Nacional enviou um oficio à Fenaban, para oficializar a aprovação de greve nacional unificada pela categoria.