26 de fevereiro de 2021
Campo Grande 34º 22º

Interdição

Bernal pode responder por improbidade, após reabrir Ayrton Senna

Promotora da 31ª Promotoria de Justiça de Campo Grande, Daniela Cristina Guiotti transformou Procedimento Preparatório em Inquérito Civil nº06.2016.00000025-1  em função da falta de cumprimento das normas vigentes para devido funcionamento do Parque Ayrton Senna, ocasionando a interdição do local.

De acordo com publicação da edição desta segunda-feira (18) do Diário Oficial do MPE, inquérito visa investigar denúncia do Corpo de Bombeiros para apurar eventual ato de improbidade administrativa decorrente de suposta omissão da Prefeitura Municipal de Campo Grande ao cumprimento de normas vigentes.

O prefeito da Capital Alcides Bernal (PP) reabriu o Parque Ayrton Senna em 14 de novembro de 2015, sem autorização do Corpo de Bombeiros. À época, o MPE entrou com pedido de liminar no dia 17 de outubro para fechar o local para regularização de medidas de segurança e de combate incêndio.

Promotor Alexandre Raslan, expediu, em 21 de novembro liminar para obrigar prefeito fechar o parque. Após liminar, Bernal fechou o locaol Em dezembro, o prefeito comunicou que mais de 90%  das exigências do Corpo de Bombeiros haviam sido cumpridas, restando, apenas, conforme chefe do Executivo  instalação de hidrantes.