03 de agosto de 2021
Campo Grande 30º 14º

Balanço

Em ação conjunta, Procon autua 12 estabelecimentos em Campo Grande

A- A+

O resultado da operação conjunta entre a Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra as Relações de Consumo (Decon), Vigilância Sanitária Municipal e a Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon) foi divulgado na tarde desta quinta-feira (28), sobre o balanço da fiscalização de supermercados e hipermercados da Capital.

Conforme o delegado da Decon, Elton de Campos Galindo, a ação ocorreu entre os dias 25 e 27 de janeiro e fiscalizou 12 estabelecimentos da Capital, incluindo supermercados e hipermercados. De acordo com o delegado, todos os estabelecimentos foram autuados. “O Procon deu prazo de 15 dias  para eles fazerem a defesa, já a vigilância deu prazo de dez dias. A multa pode variar de R$ 100 até R$ 15 mil. Se houver reincidência pode chegar a R$ 150 mil”, frisou Elton Galindo.

Segundo o coordenador de vigilância sanitária, Leonardo Azambuja Jacarandá, os produtos encontrados estavam fora da data de validade, com propaganda enganosa e temperatura acima do normal para armazenamento. “No total foram descartados 1140 quilos de alimentos, que não couberam no depósito”, disse.  

De acordo com o coordenador de atendimento e fiscalização do Procon, Erivaldo Marques Pereira, o consumidor tem de guardar a nota fiscal dos produtos, pois caso se sinta lesado estará amparado para tentar resolver a situação. “O primeiro passo é ir até ao estabelecimento. Havendo uma negativa, o consumidor poderá entrar em contado com o Procon”, ressaltou.