03 de maro de 2021
São Paulo 39º 24º

Jornalismo entre a tristeza e a revolta, Priscilla Sampaio morre de doença não diagnosticada

Priscilla morreu depois de passar por um procedimento cirúrgico para possibilitar a oxigenação dos pulmões que estavam obstruídos.

Morreu na madrugada desta quarta-feira (30) a jornalista e apresentadora Priscilla Sampaio que estava internada desde a manhã de ontem no Hospital da Unimed Campo Grande. Ela se internou depois que sentiu tonturas e dificuldades de respirar.

A jornalista estava entubada e em coma induzido, com dois terços dos pulmões e rins paralisados. Ela passou por um procedimento cirúrgico para possibilitar a oxigenação dos pulmões que estavam obstruídos, mas não resistiu.

Os médicos ainda não sabem qual a causa da morte. Priscilla estava com as plaquetas baixas e, uma das hipóteses é de que ela tenha contraído o vírus da Gripe H1N1. Priscila era casada e tinha um filho, de pouco mais de 1 ano, que dormiram com ela antes da internação. Os familiares estão em observação, e caso apresentem algum sintoma devem ser internados.

Chega a ser revoltante o descaso com a saúde pública em todo o país, que tão pouco faz nessa área.

Várias mensagens de apoio a jornalista foram deixadas na sua página pessoal do Facebook Uma das mais marcantes foi colocada por amigos de sua célula da Igreja Batista: “Queridos, é com pesar que comunicamos o falecimento da nossa amada Priscila Sampaio. O Senhor decidiu tê-la pertinho dele. Obrigada pai por ter convivido com essa mulher maravilhosa! “

O sepultamento está previsto para as 17 horas no Cemitério Jardim das Palmeiras.