25 de junho de 2024
Campo Grande 29ºC

Ligações irregulares podem ter provocado vazamento de esgoto durante a chuva de ontem

A- A+

O vazamento de esgoto que ocorreu ontem na Avenida Fernando Corrêa da Costa, causou transtorno durante a chuva, para quem mora ou passava embaixo do pontilhão da Avenida Noroeste. O mau cheiro e água contaminada se espalharam por toda a rua até a chegada da equipe de manutenção da Água Guariroba - concessionária responsável pelos serviços de abastecimento de água e de esgotamento sanitário de Campo Grande.  O motivo do vazamento foi o excesso de água de chuva na tubulação provocado por ligações irregulares na rede de esgoto.

Neste período de chuvas, o número de ocorrências de vazamentos na rede de esgoto é grande, porém, neste ano, é maior que o dobro nos períodos chuvosos. A média salta de 11 para 25 casos por dia.  Segundo a engenheira Francis Moreira Faustino, técnica responsável pelo setor de esgotamento sanitário da Águas Guariroba, o problema ocorre devido às muitas ligações irregulares de água de chuva direto na rede de esgoto na Capital.  “Aumenta em torno de 20% o volume dentro da rede coletora e ela acaba extravasando em muitos pontos na cidade. Isso pode gerar inclusive retorno do esgoto para dentro das residências”, afirma.  “O prejuízo para a população é principalmente a contaminação com o contato com esse esgoto sem tratamento”.

O problema nas ligações irregulares, é que junto com toda a água das calhas e dos quintais, também entram na rede de esgoto terra, pedras, folhas e lixo. “Isso acumula dentro da rede coletora de esgoto, que tem um diâmetro dimensionado para receber apenas esgoto doméstico, causando o entupimento da tubulação”, completa a engenheira da Águas Guariroba. Por mês, a Águas Guariroba retira 122 toneladas de lixo das tubulações, estações elevatórias e estações de tratamento de esgoto de Campo Grande.

O uso incorreto da rede de esgoto também pode gerar transtornos como mau cheiro dentro da residência e entupimento dos sanitários e ralos. “O correto é que a população direcione a água de chuva para a drenagem ou galeria de águas pluviais”, salienta Francis Faustino. Outra medida simples que contribui para o bom funcionamento da rede de esgoto é não jogar restos de alimento e óleo na pia da cozinha ou lixo nos ralos e vaso do banheiro.

Quando houver rede de esgoto vazando, a orientação é que a população entre imediatamente em contato com a Águas Guariroba, pelos telefones 0800-642 0115 ou 115 para solicitar a manutenção.  Caso identifique uma ligação irregular de água de chuva na rede de esgoto em um imóvel, a concessionária faz o registro e encaminha para a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano (Semadur), órgão responsável pela fiscalização deste tipo de irregularidade. A situação pode resultar em notificação ou multa pelo poder público.

Leide Laura Meneses