20 de abril de 2021
Campo Grande 32º 19º

“O Brasil é o país que tem o pior trânsito” diz Cicloturista que passou por CG

A cicloturista suíça Martina Gees passou por Campo Grande na última terça-feira (22), essa data é conhecida como Dia Mundial sem Carro. O que chamou a atenção na visita da atleta e turista foi seu depoimento, pois segundo ela as estradas do Brasil são as mais violentas das Américas.

Ela já passou por dezenas de países nestes cinco anos que decidiu sair da Suíça para conhecer o mundo. A viagem de Martina Gees é feita em cima de uma bicicleta e por onde passa ela conta com apoiadores voluntários. Em Campo Grande a cicloaventureira recebeu apoio do Instituto Mamede e nesta terça-feira, (22), Dia Mundial sem Carro, ela segue viagem rumo ao estado de Goiás.

Nesta segunda-feira (21) Martina esteve na Câmara Municipal, onde visitou o gabinete do vereador Eduardo Romero (PT do B), que é presidente da Comissão Permanente de Meio Ambiente e faz uso rotineiro de bicicleta. O parlamentar vai estar entre os ciclistas que saem a sede do Instituto Mamede acompanhando Martina até a saída para Cuiabá.

A ajuda de estranhos voluntários também é de suma importância para a cicloturista, que já pedalou mais de 52 mil quilômetros. Sobre as diferentes temperaturas que já enfrentou: extremo calor e extremo frio, ela diz preferir o frio, mas está encantada com o Brasil, exceto com o trânsito daqui. “Nesta volta nas Américas, o Brasil é o país que tem o pior trânsito. As pessoas não se respeitam no trânsito. Os condutores de carro são muito desrespeitosos”, conta a cicloturista que afirma ter deixado várias vezes á estrada repentinamente para não ser atropelada.