13 de junho de 2021
Campo Grande 25º 11º

Olarte rejeita proposta dos professores e greve continua

A- A+

Após reunião na noite de ontem, a prefeitura de Campo Grande informou que não aceitará a contraproposta de parcelamento do reajuste 8,46% dos professores.

A proposta era pagamento em três parcela, sendo uma em dezembro, de 4,24% referente ao atraso de outubro e novembro, uma em janeiro e outra em fevereiro, de 2,12% cada.

Conforme informações do secretário municipal de governo e relações institucionais Rodrigo Pimentel,o município não possui orçamento para quitar essa dívida desta forma.

A negativo do prefeito faz com que a greve continue ao menos por hoje. Agora pela manhã, os professores da Reme (Rede Municipal de Ensino) se reúnem em Assembleia geral para discutir se mantêm ou não a greve. Ontem, no entanto, o presidente da ACP (Sindicato Campo-grandense dos Profissionais em Educação Pública), Geraldo Gonçalves havia antecipado que caso Olarte não aceitasse, a greve permaneceria.

Se nada mudar e o prefeito não ceder, hoje às 18h haverá um ato de protesto em frente à prefeitura da Capital que reunirá artistas e professores. os artistas resolveram apoia a causa dos educadores e irão promover um Show Protesto intitulado "Ocupaço".

A paralisação, que completa hoje sete dias, atinge 57% das escolas municipais e 7% dos Ceinfs (Centro de Educação Infantil).

Heloísa Lazarini