07 de maro de 2021
Campo Grande 30º 20º

OBRAS| CAPITAL

Parque dos Poderes ganhará sua primeira revitalização na história

Duas empresas foram habilitadas pela Comissão Permanente de Licitação de Obras da Agesul na manhã desta 3ª feira

Empresas interessadas em realizar a primeira revitalização da história do Parque dos Poderes (Engepar Engenharia e Participações Ltda. e a Caravaggio Construtora Ltda.) foram habilitadas pela Comissão Permanente de Licitação de Obras da Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul), na manhã desta 3ª feira (26.jan.2021).

Segundo informações do Governo do Estado, para a obra está previsto um investimento de R $19 milhões, que englobam a restauração do pavimento, drenagem das águas pluviais, urbanização e implantação de ciclovias e acessibilidade de calçadas. Reinaldo Azambuja, governador de Mato Grosso do Sul, garantiu que toda revitalização será sem desmatamento e que a preocupação da gestão é preservar a vegetação que, segundo ele, trata-se de um patrimônio histórico de Mato Grosso do Sul.

Ambas as empresas têm um prazo de cinco dias úteis para eventuais recursos. A etapa seguinte, marcada para o dia 03 de fevereiro, será abertura das propostas, a partir das 14h, na sede da Agesul. A escolhida firmará contrato com o governo de MS para iniciar as atividades no Parque dos Poderes.

Na obra será realizado o recapeamento de 110 mil m² de ruas, com 4 quilômetros de pista de caminhada e corrida, ainda com mais 4,2 quilômetros de ciclovia na reforma do canteiro central, que conta com acessibilidade para as pessoas com deficiência, paisagismo, três estações de ginástica e 70 bancos de descanso, tendo à disposição três estações de ginástica.

Haverá reforma nos estacionamentos, lixeiras e instalação de 41 abrigos nos pontos de ônibus para dar melhores condições aos servidores estaduais que utilizam o transporte coletivo, além de um centro de apoio ao usuário com banheiros masculinos, femininos e adaptados para as pessoas com deficiência.

“Há tempos nos pediram que fizéssemos um projeto de revitalização de todo o Parque dos Poderes. Esse parque começou a funcionar em 1982. O saudoso governador Pedro Pedrossian mudou todas as estruturas governamentais aqui para dentro. De lá para cá nunca passou por uma revitalização”, afirmou Reinaldo Azambuja.

Projeto lançado pelo governador em dezembro do ano passado, ele lembrou ainda que além de ser a sede administrativa do governo, o Parque dos Poderes é de todos os sul-mato-grossenses. Para elaboração do projeto foram ouvidos vários setores da sociedade.

Marcelo Miranda, diretor-presidente da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), apontou a preocupação de pensar nas pessoas na hora de definir os pontos da revitalização, para ele a pista de caminhada e ciclovias vão atender aos princípios mais modernos de mobilidade urbana.

“A obra vai atender todas as funções do local, desde a parte administrativa, como melhores condições aos servidores e as pessoas que usam o espaço para atividades esportivas. “Também temos que dar destaque aos espaços de descanso aos servidores e a preocupação com a acessibilidade”, finalizou.