24 de junho de 2024
Campo Grande 27ºC

Prefeito entrega hoje casas para 482 famílias que moram em 10 favelas

A- A+

Com a inauguração do Residencial José Maksoud hoje, às 9 horas, 482 famílias que moram em favelas na periferia de Campo Grande deixarão suas casas em áreas pela nova moradia, casas de 42 metros quadrados, em um conjunto habitacional com toda infraestrutura, inclusive pavimentação e drenagem. O empreendimento construído na Moreninha IV exigiu um investimento de R$ 27,8 milhões, sendo R$ 23,1 milhões do Governo Federal, recursos do Programa Minha Casa, Minha Vida e Caixa Econômica Federal, R$ 4, 2 milhões da Prefeitura e R$ 430,4 mil do Orçamento Geral da União.  A inauguração acontece com a presença do prefeito Gilmar Olarte (PP), da diretora-presidente da Emha, Marta Martinez entre outras autoridades.

As famílias contempladas vivem em ocupações irregulares e insalubres, localizadas em áreas de risco e fundo de vales, moradoras das favelas Pioneiros; Indianápolis; Perpétuo Socorro; Itamaracá; Ametista; Cohab Universitária; Mário Covas; Jardim Colibri/ Campo Alto; Moreninha linha 1 e Horta Comunitária.

Durante o sorteio da localização das unidades habitacionais que aconteceu no dia 14 deste mês, no Plenário Oliva Enciso da Câmara Municipal, o prefeito Gilmar Olarte ressaltou que o momento é de êxito. “É tempo de celebração porque não são somente as famílias beneficiadas que ficam felizes, mas nós também ficamos quando temos o privilégio de cumprir a nossa missão, o objetivo do nosso mandato”. Empreendimento premiado – Segundo a diretora-presidente da Emha, Marta Lúcia Martinez, o projeto, que foi premiado em Brasília, mostra que o esforço da equipe da Agência foi reconhecido nacionalmente. “No dia 28 de março deste ano, recebemos com muita satisfação o Selo de Mérito da Associação Brasileira de Cohabs e Agentes Públicos de Habitação (ABC) e o Fórum Nacional de Secretários de Habitação e Desenvolvimento Urbano (FNSHDU) pelo projeto do residencial José Maksoud, mostrando a importância de um esforço em conjunto que busca, acima de tudo, integração social”, pontuou. O empreendimento possui objetivos que vão além do reassentamento dessas famílias: proporcionar inclusão social, através do trabalho técnico social, para o convívio em sociedade, inserindo-as no contexto urbano e ainda erradicar as favelas do entorno.

A construção das unidades habitacionais do José Maksoud exigiu investimento de R$ 27.817.897,63, sendo: R$ 23.136.000,00 de recursos federais (FAR), R$ 430.426,95 da contrapartida externa (OGU) e R$ 4.251.470,68 da administração municipal.

Conquistas – Na última terça-feira, também foi inaugurado o conjunto habitacional Nelson Trad, que possui 1.624 apartamentos. O empreendimento atende a 6.500 cidadãos com moradias dignas. A obra teve custo acima de R$ 90 milhões e recebeu recursos dos governos: federal (Programa Minha Casa, Minha Vida), estadual e da Prefeitura de Campo Grande (EMHA).

Serviço: O ato de inauguração será realizado na Rua Salim Derzi, entre as ruas Amado Nogueira de Mendes e Múcio Teixeira, no bairro Moreninha IV (Próximo ao Parque Jackes da Luz), a partir das 9h.

Karla Machado com PMCG