22 de maio de 2022
São Paulo 23º 11º

Caso Solurb

Prefeitura x Solurb deflagram 'guerra fétida' enquanto população desvia dos lixos na cidade

A- A+

A determinação da Justiça não foi suficiente para fazer com que a empresa CGSolurb voltasse a recolher o lixo de Campo Grande. Sendo assim, a prefeitura de Campo Grande na tentativa de “desarmar” a empresa CGSolurb, realizou um depósito judicial na última quinta-feira (17) no valor de R$ 1.568.800,00, que foi destinado para o pagamento dos salários dos funcionários da Solurb. 

Espera-se agora, que a prefeitura e a Solurb ‘virem o disco’, pois enquanto a população ouve durante 11 dias que os cofres da empresa receberam mais de R$ 50 milhões de reais e a empresa rebatia que não tinha dinheiro em caixa para pagar os funcionários, a cidade foi invadida por uma ‘fétida guerra política e financeira’ na Capital. 

Quem fica na expectativa é o Campo-grandense, que mesmo tendo que lidar com uma “Lama Asfáltica, e uma “Coffe Break” não merece esperar o que vai acontecer sentindo cheiro de “chorume” e correndo risco de terem doenças devido à sujeira da cidade.