22 de junho de 2024
Campo Grande 30ºC

Projeto de Edil que incentiva doação para projetos completa sete anos

A- A+

Criado com objetivo de incentivar a população a fazer doações para 70 projetos assistenciais que assistem crianças e adolescentes na Capital, o Projeto Clique Esperança criado pelo vereador Edil Albuquerque (PMDB), que na época era presidente da Câmara Municipal, completou sete anos no dia 10 de dezembro.

Os cidadãos que efetuarem o gesto de caridade podem solicitar a restituição no IR (Imposto de Renda) praticado por pessoas físicas ou jurídicas. A lei nº 2.898/1992 foi sancionada contando com a parceria do Sescon/MS (Sindicato da Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramentos, Perícias Informações e Pesquisas no Estado de Mato Grosso do Sul), CRC/MS (Conselho Regional de Contabilidade de Mato Grosso do Sul), SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social) e o Codecon (Conselho Municipal da Criança e do Adolescente).

Edil fez questão de se pronunciar sobre a ação na casa de leis, destacando que toda a comunidade ganha ao participar. Os assistidos recebem auxílio na forma de recursos administrados pelas entidades assistenciais cadastradas e os doadores, podem declarar o destino do dinheiro que poderá ser restituído na declaração dos impostos pagos ao fisco.

“O Clique Esperança é um instrumento de promoção e defesa dos direitos das crianças e do adolescente e os recursos são aplicados em ações de enfrentamento ao trabalho infantil, exploração sexual, programas de atendimento a crianças e adolescentes, orientação e apoio familiar. Por isso, desde sua implantação trabalhamos para conseguir a adesão de mais colaboradores”, afirmou Edil.

Projeto Clique Esperança

As pessoas físicas que realizarem as doações tem até 6% do valor reduzido do imposto e as jurídicas limitadas a 1%, tendo a opção de escolher quanto e em qual instituição aplicar o recurso, deduzindo a quantia do imposto de renda.

A arrecadação cresceu expressivamente, indicando a confiabilidade da população e da classe empresarial no projeto. O gerenciamento dos recursos é realizado com seriedade, além de ser acompanhado por um conselho que monitora as doações recebidas, a destinação dos recursos e a aplicação junto aos assistidos.

Veja abaixo o crescimento nas arrecadações:

2007               28.605,00

2008              135.116,00

2010              357.516,00

2011              521.946,00

2012           1.461.000,00

2013           2.700.000,00

Dany Nascimento